Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Cine Dica: Alemã Ulrike Ottinger Ganha Retrospectiva na Capital Gaúcha

RETROSPECTIVA APRESENTA OBRA TRANSGRESSORA DA ALEMÃ ULRIKE OTTINGER

Em uma parceria entre o Goethe Institut e a Secretaria da Cultura de Porto Alegre, através de suas Coordenação de Cinema, Vídeo e Fotografia e Coordenação de Artes Plásticas, o público porto-alegrense terá acesso a partir da próxima semana à obra da alemã Ulrike Ottinger. Uma oportunidade única para entrar em contato com a produção desta que é uma das cineastas e artistas mais transgressoras surgidas na Alemanha do pós-guerra. A programação inclui uma mostra de filmes na Sala P. F. Gastal (Usina do Gasômetro - 3º andar), entre os dias 10 e 17 de outubro, e uma exposição com 52 fotografias no Porão do Paço Municipal, que pode ser visitada entre 11 de outubro e 8 de novembro. Ottinger estará presente na sessão de abertura da mostra de filmes, na qual será exibido seu trabalho mais recente, o longa-metragem Sob a Neve, rodado no Japão. Toda a programação, incluindo o coquetel de abertura da mostra de filmes, no dia 10 de outubro, às 19h30, é aberta ao público e tem entrada franca. 
Nascida em 1942, a cineasta Ulrike Ottinger faz parte da mesma geração dos diretores Rainer Werner Fassbinder (1945-1982) e Werner Schroeter (1945-2010), dois dos principais expoentes do cinema alemão do pós-guerra, com os quais sua filmografia costuma ser associada. A exemplo de seus colegas Fassbinder e Schroeter, Ulrike Ottinger é autora de uma obra extremamente original, que a colocou entre os realizadores de vanguarda em seu país a partir da primeira metade da década de 70. Desde seus primeiros filmes, ainda no formato de curta-metragem, Ottinger atraiu a atenção da crítica por sua peculiar visão de mundo, pela profusão de referências eruditas e por sua extravagante direção de arte, tornando-se internacionalmente conhecida através de títulos como Retrato de uma Alcoólatra (1979), Freak Orlando (1981), Dorian Gray no Espelho da Imprensa Marrom (1984) e Joana d’Arc da Mongólia (1989).
 Entre seus habituais colaboradores, estão as atrizes Delphine Seyrig (de O Ano Passado em Marienbad) e Magdalena Montezuma, os atores Eddie Constantine (o Lemmy Caution de Alphaville, de Godard) e Kurt Raab, a modelo Veruschka von Lehndorff e o compositor Peer Raben (responsável pela trilha sonora dos principais filmes de Fassbinder).
 Ao longo de sua festejada carreira, Ulrike Ottinger já mereceu retrospectivas em instituições de prestígio como a Cinemateca Francesa, em Paris, e o Museu de Arte Moderna de Nova York. Além disso, é presença frequente no circuito de arte contemporânea, tendo apresentado seus trabalhos na Bienal de Veneza, na Documenta de Kassel e na Bienal de Berlim.
 A obra de Ulrike Ottinger vai da representação teatral à observação antropológica, da ficção ao documentário. Ao observar suas imagens, o espectador se desloca: o distante torna-se próximo, o estranho, familiar. A artista não se propõe a apresentar um retrato fiel da realidade: seu olhar subjetivo e o foco de sua câmera são perceptíveis em cada um de seus trabalhos. Espanto, beleza, alegria e questões psicológicas permeiam toda a sua produção.

Mais informações vocês conferem no folder abaixo.
  

ATENÇÃO PARA CORREÇÃO NA GRADE
dia 15 de outubro (terça-feira)
15:00 – Sob a Neve
17:00 – O Baú do Casamento Coreano
18:45 – Freak Orlando.
20:45 – Sessão Plataforma (The Invader).

 Me Sigam no Facebook e Twitter: 

Nenhum comentário: