Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Cine Dica: MISTÉRIOS DE LISBOA SEGUE NA PROGRAMAÇÃO DA SALA P.F. GASTAL

Obra-prima de Raoul Ruiz, Mistérios de Lisboa ganha mais uma semana na Sala P.F. Gastal e permanece em cartaz no cinema da Usina do Gasômetro (3º andar) até dia 29 de setembro. 

O filme mergulha o espectador num turbilhão incontrolável de aventuras e desventuras, coincidências e revelações, sentimentos e paixões violentas, vinganças, amores desgraçados e ilegítimos em uma atribulada viagem por Portugal, França, Itália e Brasil.
 Numa Lisboa de intrigas e identidades ocultas, encontramos uma série de figuras que dominam o destino de Pedro da Silva, órfão de um colégio interno. Entre eles, está o Padre Dinis, que de aristocrata e libertino se converte em justiceiro; uma condessa roída pelo ciúme e sedenta de vingança; e um pirata sanguinário que se torna um próspero homem de negócios. Todos eles atravessam a história do século XIX e ajudam Pedro na busca por sua identidade.
 Vencedor de Prêmio da Crítica da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e do prestigiado Prix Louis Delluc na França em 2010, Mistérios de Lisboa é um dos testamentos cinematográficos de Ruiz, morto em 2011. Pouco exibido no Brasil, o cineasta foi um dos principais nomes do Novo Cinema Chileno dos anos 1960, país do qual precisou fugir após o Golpe de Estado em 1973. Radicado na França, compôs uma filmografia ímpar com mais de 100 títulos, com destaque para A Hipótese do Quadro Roubado (1978), As Três Coroas do Marinheiro (1983), A Vila dos Piratas (1983), além de O Tempo Redescoberto (1998), abusada adaptação da obra de Marcel Proust. Considerado pelo crítico Inácio Araújo como “um herdeiro direto de Orson Welles e Jorge Luis Borges, na medida em que aceita o mundo como constituído por aparências, a partir das quais compõe seus labirintos”, Ruiz faz de seu cinema uma investigação constante sobre a natureza das imagens. Produzido para a televisão, para ser exibido em capítulos, Mistérios de Lisboa foi captado e finalizado em formato digital. Na Sala P. F. Gastal o filme será exibido na íntegra, em uma sessão com cerca quatro horas e meia. O elenco do filme conta com as estrelas francesas Léa Seydoux, Clotilde Hesme e com o ator português e galã global Ricardo Pereira. A exibição será em blu-ray, no projetor de alta definição do espaço, o que assegura a qualidade da projeção.


Mais informações e horários das sessões, vocês conferem na pagina da sala clicando aqui.

Me sigam no facebook e twitter.

Nenhum comentário: