Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Cine Dica: PROFESSOR DÉCIO ANDRIOTTI PARTICIPA DE SESSÃO COMENTADA DE CÉU AMARELO


A sessão de Céu Amarelo deste sábado, 6 de julho, às 17h, na Sala P.F. Gastal da Usina do Gasômetro, será comentada pelo professor de filosofia e especialista em western Décio Andriotti. O faroeste de William A. Wellman é um dos mais sombrios e instigantes do período clássico de Hollywood, tendo como cenário as cidades-fantasmas. Cineasta prolífico, Wellman passeou entre os mais diversos gêneros, assinando obras emblemáticas como Inimigo Público, de 1931, um dos pilares dos filmes de gângsteres, e a primeira versão de Nasce uma Estrela, de 1937. No terreno do western, aproveitou as narrativas no velho oeste para lançar um olhar crítico sobre a relação da sociedade norte-americana com a violência. Céu Amarelo será exibido em Blu-ray.
Décio Andriotti é formado em Humanidades (Letras) pela antiga Formação de Humanidades dos jesuítas, bacharel em Filosofia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Cristo Rei, hoje Unisinos, e licenciado em Filosofia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Fez pós-graduação em História da Arte pela antiga Faculdade Palestrina, em Porto Alegre.

SESSÃO COMENTADA COM PROFESSOR DÉCIO ANDRIOTTI
Após exibição do Filme Céu Amarelo

Dia 6 de julho, às 17 hs
Sala P. F. Gastal (3º andar da Usina do Gasômetro)
Fone 3289 8135 / 8137
www.salapfgastal.blogspot.com

2 comentários:

disse...

Gosto muito desse filme, com um Gregory Peck bem jovem. Wellman fez bons westerns, e para mim a maior prova disso é o também um pouco sombrio Consciências Mortas.
Abraços!

Marcelo Castro Moraes disse...

Dito e feito Lê