Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Cine Especial: Quem se saiu melhor em cena?

E ai gente. Hoje 1ª de Junho e irei começar esse mês com uma matéria legal falando um pouco sobre os personagens que compõem a historia de Drácula. Melhor dizendo o seguinte: Quais foram os melhores atores que interpretaram cada um dos personagens ao longo das inúmeras adaptações que teve na historia do cinema?. Qual foi o melhor Van Helsing, Mina Murray, Jonathan Harker?
Ao longo da historia houve tantas adaptações do clássico literário que fica ate difícil de analisar, mas nada impossível.
Não irei citar sobre Drácula porque aqui no meu blog já falei quem foram os melhores interpretes, portanto busquem no meu blog e concordem comigo ou não.

Abaixo veja quem eu acho que foi o melhor interprete de cada personagem ao longo da historia do cinema.


Melhor Van Helsing: Peter Cushing
Disparado o melhor de todos. Com sua classe e determinação, Peter Cushing passava toda a garra e inteligência para exterminar de uma vez por todas Drácula da face da terra. O ator interpretou pela primeira vez o personagem em 1958 em O Vampiro da Noite, onde Drácula era ninguém menos que Christopher Lee e o embate de ambos foram épicos. Alias, tanto Peter Cushing como Christopher Lee retornariam a contracenar inúmeras vezes ao longo dos anos em filmes produzidos pela Hammer estúdios, pioneira em filmes de terror. Peter Cushing ficou tão bem no personagem que ele ganharia seu próprio filme alguns anos depois em As Noivas de Drácula.



Melhor Reinfield: Dwight Frye
Apesar de ter envelhecido mau em alguns aspectos, Dracula de 1931 continua sendo um classico absoluto mas nao somente pela interpretaçao inesquecivel de Bela Lagosi como o conde, mas tambem pela inesperada e inspirada performance de Dwight Frye como o lunatico Reinfield. De um inocente vendedor de imóveis, o personagem se transforma radicalmente após ficar nas mãos do vampiro, mas a transformação do personagem e tão assustadora que muitos consideram Reinfield em alguns momentos mais assustador que o próprio Drácula. Dwight Frye voltaria a atuar em outros filmes de terror clássicos da Universal como os dois primeiros filmes de Frankenstein. Pena que a saude debilitada do coraçao tenha levado cedo em 1943.



Melhor Jonathan Harker: Bruno Ganz
O personagem Jonathan Harker, mesmo sendo importante na historia do livro, sempre foi muito mau aproveitado nas adaptações, principalmente se levarmos em conta a horrorosa perfomance de Keanu Revees interpretando o personagem em Dracula de 1992. Mas se houve um melhor momento do personagem nas telas esse foi em Nosferatu: O Vampiro da Noite, obra prima do diretor alemão por Werner Herzog.
Aqui o personagem foi interpretado pelo talentoso Bruno Ganz (Asas do Desejo). Gradualmente o personagem vai crescendo no decorrer do filme, principalmente apos ter sido uma das vitimas de Dracula (Klaus Kinski), e o ato final acontece algo inesperado e Bruno Ganz da um verdadeiro show de perfomance criando entao o melhor momento de Jonathan Harker no cinema.




Melhor Mina: Isabelle Adjani
Se ha um ponto falho na obra prima de Werner Herzog na versao de 1979 é ter trocado o nome de Mina para Lucy o que é um erro, portanto conciderem essa personagem como Mina e quem faz aqui e de uma forma assombrosa é Isabelle Adjani. Atriz francesa (que infelismente vi pouco dos seus filmes) da um verdadeiro show de interpretaçao onde ela enlaça momentos de inocencia e terror, passando esses elementos no seu rosto e olhar. Principalmente na sequencia que ela encara pela primeira vez o vampiro (Klaus Kinski) onde ela não se intimida perante o monstruoso desempenho de Klaus e ambos se rivalisam e enchem a tela neste momento espetacular.



Melhor Lucy: Sadie Frost
A primeira vitima do Conde em Londres, foi outra personagem que teve péssimos momentos em ser adaptada para o cinema. Felizmente Sadie Frost criou um sensual e assustador desempenho na versão comandada pelo diretor Francis Ford Coppola 1992. Infelizmente a atriz fez pouca coisa significativa no cinema depois disso e atualmente é mais conhecida como ex mulher de Jude Law.

2 comentários:

Bete Nunes disse...

Belo post, Marcelo. Eu adoro os filmes de terror antigos. Pra falar a verdade, não gosto muito dos filmes atuais, cheios de efeitos digitais. sei lá, parece que não dá a mesma sensação de medo que um bom filme antigo, em preto e branco ou em cores, mas que tenha aquele clima de antiquidade, de castelos escuros, enfim, aquele jeito alemão de meter medo.
Peter Cushing é fantástico, dentro da proposta dos filmes de sua época. Mas não posso deixar de mencionar Willen Dafoe, como Nosferatu, em A Sombra do Vampiro(2000), com o magnífico ator John Malkovich. Se ainda não viu esse filme, aqui fica a sugestão. É sobre um diretor de cinema que faz um filme, digamos, muito particular. Impressionante e genial.

Parabéns pelo post.

ANTONIO NAHUD disse...

Concordo com todos esses... Mas o melhor Drácula será difícil... Fico entre o Christopher Lee, o Gary Oldman, o Klaus Kinski, o Frank Langella e o alemão do Nosferatu mudo.


O Falcão Maltês