Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

CINE MÊS DAS BRUXAS: CINE TRASH: Parte 4

Neste mês das bruxas, vamos relembrar de umas das sessões de filmes que agente assistia na TV que mais deixou saudades, o Cine Trash. O programa comandado pelo saudoso Zé do Caixão exibia filmes de terror de baixo orçamento, mas muitos se tornaram pequenos clássicos do gênero e que muitos se lembram com bastante saudosismo.


A NOITE DOS MORTOS VIVOS (1990)
Sinopse: Numa cidadezinha, a queda de um meteoro trasforma os mortos em zumbis canibais, que saem de suas tumbas e passam a perseguir os vivos. Pessoas amedrontadas tentam se proteger do ataque numa fazenda, mas os zumbis são ferozes e numerosos.
Apesar da sessão da Band ter se dedicado exclusivamente a filmes B de baixíssimo orçamento e que na maioria das vezes eram desconhecidos pela maioria do publico, houve muitos casos de filmes de grande quilate que foram exibidos nesta sessão e que passaram a virar clássicos do horário da tarde da programação, e com esse, não foi diferente. O primeiro contato que eu tive com filmes de zumbis foi justamente com esse filme, graças ao programa Cine Trash. Nem imaginava que se tratava de uma refilmagem de um clássico de Romero de 1968  e quando falavam da Noite dos Mortos Vivos, sempre achava que era sobre esse filme de 1990. Mas convenhamos, apesar da maioria das refilmagens de certos clássicos nunca prestar, essa versão em cores chega a ser tão boa quanto a original. Claro que muito se deve o fato do próprio Romero  retornar nesta refilmagem, e com isso, foi sucesso garantido. Muito fiel ao filme original, mas diferente do clássico, esse possui um orçamento mais generoso e com isso, possui cenas muito mais elaboradas e efeitos especiais e de maquiagem de primeira. Mas diferente do passado, Romero retornou aqui como produtor e roteirista, sendo que o cargo de direção ficou para Tom Savini que na época era um dos mais requisitados maquiadores de filmes de terror e atualmente muitos se lembram dele atuando como coadjuvante em filmes do Robert Rodrigues como Um Drink no Inferno.



Me Sigam no Facebook e Twitter:

2 comentários:

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Faz tempo o CINE TRASH? Não lembro...

O Falcão Maltês

Marcelo C,M disse...

Foi em 1996 que estreou o programa com um enorme sucesso mas também cheio de polemica, já que exibiam filmes de terror fortes, inadequados para o horario, mesmo com inumeros cortes que os filmes sofriam. Atualmente, devido a classificação etária dos horários, fica meio dificil imaginar uma sessão de terror a luz do dia. Não importa se fosse tarde da noite, uma sessão que passa somente filmes de terror clássicos faz falta.