Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Cine Especial: Steven Spielberg: Parte 4

Nos dias 22 e 23 de outubro, estarei participando do curso O FANTASTICO CINEMA DE STEVEN SPIELBERG, na Rua General da Câmera 424 – Porto Alegre/RS. Enquanto os dois dias não vem, por aqui, estarei postando um pouco sobre cada filme que esse fantástico diretor criou e que foi um dos primeiros que fez nascer o conceito “blockbuster”.

OS CAÇADORES DA ARCA PERDIDA
Sinopse: Em 1936, o arqueólogo Indiana Jones (Harrison Ford) contratado para encontrar a Arca da Aliança, que segundo as escrituras conteria "Os Dez Mandamentos" que Moisés trouxe do Monte Horeb. Mas como a lenda diz que o exército que a possuir será invencível, Indiana Jones terá um adversário de peso na busca pela arca perdida: o próprio Adolf Hitler.
Projeto dos sonhos de George Lucas (junto com Star Wars), cuja historia é toda dele. Contudo, como estava ocupado com a trilogia espacial, Lucas decidiu dar o trabalho de direção para seu colega e amigo Steven Spielberg, que na época, estava interessado em fazer um filme de 007. Lucas o persuadiu, e o convenceu que Indiana Jones seria um filme muito melhor. Com a escolha de Harrison Ford como protagonista, a produção seguiu adiante de vento e poupa. O resultado é um dos melhores filmes de aventura de todos os tempos. O filme diverte com um ritmo vertiginoso com as constantes reviravoltas inspirado nos antigos seriados apresentados nas matines antes ou depois do filme principal. Vencedor de 4 Oscar.


Curiosidade: Nos hieróglifos encontrados por Indiana Jones no Poço das Almas, podem ser vistos, direita de Indy, inscrições com as palavras R2-D2 e C-3PO, outra homenagem saga Guerra nas Estrelas.



INDIANA JONES:
 E O TEMPLO DA PERDIÇÃO
Sinopse: O arqueólogo Indiana Jones (Harrison Ford) tem agora que resgatar as pedras roubadas por um feiticeiro, para libertar crianças escravizadas. Para tanto, enfrenta os poderes mágicos e o fanatismo de um culto que sacrifica seres humanos.
O heróico personagem da fabulosa aventura anterior volta a agir desta vez, numa aventura situada em tempo anterior. Contem cenas inesquecíveis que garantiram o Oscar de efeitos visuais. As seqüências são marcantes como o musical de abertura (Anything Goes, “Vale Tudo”), a dança da morte no cabaré em polvorosa, a pane do avião, o ritual satânico e a luta da ponte Pênsil.

Curiosidade: O clube que aparece logo no início do filme chama-se "Club Obi-Wan", uma referência à saga Guerra nas Estrelas, elaborada por George Lucas.

 

INDIANA JONES:
 E A ULTIMA CRUZADA
Sinopse: O arqueólogo Indiana Jones (Harrison Ford) desta vez enfrenta os nazistas para salvar seu pai (Sean Connery) e encontrar o Santo Graal, o cálice sagrado.
Conclusão da trilogia de aventura iniciada com Os Caçadores da Arca Perdida. O grande destaque dessa terceira aventura esta no duelo de interpretação entre Ford e Connery, cuja química de ambos é prazeroso de assistir e juntos, protagonizam momentos de grande emoção e humor acavalar, como na cena hilária em que a dupla tenta escapar de um avião nazista dentro de um túnel. A ótima seqüência de abertura estrelada por River Phonix deu origem a elogiada (e curta) serie do Jovem Indiana Jones. A decifração do enigma da caverna e os heróis partindo embora durante o por sol (embalado pela inesquecível trilha de John Willians) fechou com chave de ouro essa inesquecível trilogia. Oscar de efeitos sonoros.

Curiosidade: O diretor Steven Spielberg incluiu na cena de abertura um tributo pessoal à sua experiência como escoteiro, quando garoto.

INDIANA JONES:
 E O REINO DA CAVEIRA DE CRISTAL
Sinopse: 1957. Indiana Jones (Harrison Ford) e seu ajudante Mac (Ray Winstone) escapam por pouco de um encontro com agentes soviéticos, em um campo de pouso remoto. Agora Indiana está de volta à sua casa na Universidade Marshall, mas seu amigo e reitor da escola, Dean Stanforth (Jim Broadbent), explica que suas ações recentes o tornaram alvo de suspeita e que o governo está pressionando para que o demita. Ao deixar a cidade Indiana conhece o rebelde jovem Mutt Williams (Shia LaBeouf), que tem uma proposta: caso o ajude em uma missão Indiana pode deparar-se com a caveira de cristal de Akator. Agentes soviéticos também estão em busca do artefato, entre eles a fria e bela Irina Spalko (Cate Blanchett), cujo esquadrão de elite está cruzando o globo atrás da Caveira de Cristal.Sinopse: O arqueólogo Indiana Jones (Harrison Ford) desta vez enfrenta os nazistas para salvar seu pai (Sean Connery) e encontrar o Santo Graal, o cálice sagrado.
Filme que retorna (depois de vários anos) as aventuras do corajoso arqueólogo. Com a idade já um tanto avançada, o filme explora as dificuldades do personagem perante a um mundo diferente se comparado da época de suas primeiras aventuras. O filme aproveita homenagear os filmes de ficção cientifica B dos anos cinqüenta, ao mesmo tempo, busca um tempinho para explorar as paranóias da guerra fria.
Se comparada aos filmes anteriores, (principalmente ao terceiro e melhor filme do cine serie) essa nova aventura é um tanto que inferior, mas não menos divertida, e que retorna com elementos e personagens que fizeram sucesso nas aventuras anteriores.

Curiosidade: Harrison Ford passou 3 horas por dia na academia e fez uma dieta composta principalmente de peixe e vegetais, para voltar a interpretar Indiana Jones. Steven Spielberg declarou que ficou tão impressionado com a forma física de Ford que não conseguia perceber diferenças entre as cenas por ele rodadas para o 3º e o 4º filme da série.


Me Sigam no Facebook e Twitter:

Nenhum comentário: