Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Cine Dica: Canção da Volta estreia no Cinebancários dia 3 de novembro

O CineBancários estreia, no dia 3 de novembro, o filme “Canção da Volta”, primeiro longa-metragem de Gustavo Rosa de Moura, com com João Miguel, Marina Person – que estreia como protagonista –, Francisco Miguez e Marat Descartes. As sessões são de terça a domingo, às 15h e 19h, dividindo a grade de programação com o documentário “A Loucura entre Nós”, da diretora Fernanda Fontes Vareille, que fica às 17h. Os ingressos são R$ 10,00 (inteiras) para público geral, e R$ 5,00 (meias) para estudantes, idosos, pessoas com deficiência, bancários sindicalizados e jornalistas sindicalizados.

 NOTA: Leia a minha crítica sobre o filme já publicada clicando aqui.

No filme, conhecemos o dia-a-dia de Julia (Marina Person) e Eduardo (João Miguel) – um longo casamento regido pelo ciúme e pela sombra de uma tentativa de suicídio que contamina tudo, inclusive a rotina dos filhos do casal, Lucas (Francisco Miguez) e a pequena Maria (Stella Hodge). No anseio de desvendar a esposa, Eduardo não percebe que a busca por controle tem grandes chances de se transformar em obsessão. “’Canção da Volta’ surgiu de uma inquietação que tenho já há muito tempo com relação à enorme complexidade que está por trás da maioria das relações amorosas, sobretudo as mais longas e intensas”, conta Gustavo Rosa de Moura. “Surgiu também de um interesse pelos momentos de crise, de tempestade emocional e pelo eterno conflito entre o desejo de controle e a total impossibilidade de realmente controlar o que quer que seja: a vida, o outro ou você mesmo. A história mistura experiências que fui observando, vivendo ou imaginando ao longo da vida”, detalha. Boa parte da trama tem como cenário o apartamento que Gustavo e Marina Person, casados na vida real, compartilham há anos em São Paulo. Para se transformar na casa de Julia e Eduardo, o lugar passou por uma série de estudos e adaptações pensadas pelo próprio diretor, arquiteto por formação, até que o ambiente se tornasse uma espécie de personagem da história.
Gustavo também assina a direção de arte – com Joana Brasiliano – e o roteiro do longa – escrito a quatro mãos com Leonardo Levis, parceiro de Gustavo em tantos outros projetos.
O flerte com as artes plásticas permeia toda a trajetória de Gustavo, que dirigiu diversos vídeos para museus, filmes experimentais, séries de TV e curtas metragens. Seu primeiro documentário, “Cildo”, mergulha na vida e percurso criativo do artista plástico Cildo Meireles e foi exibido pela primeira vez na sala de cinema da Tate Modern, em Londres, em 2009. Para chegar à atmosfera obscura e misteriosa de “Canção da Volta”, que aposta em uma percepção muito mais sensorial que descritiva das emoções dos personagens, Gustavo e a equipe cercaram se de referências ligadas às artes plásticas: artistas como Velázquez, Nuno Ramos, Goeldi, Fabio Miguez, Duane Michals, Giacometti, Janeth Cardiff e Michaël Borremans foram inspirações importantes ao longo desse percurso.
“Em ‘Canção da Volta’ tanto a imagem como o som assumem uma série de camadas de sentido, para além do aspecto meramente narrativo. No roteiro de filmagem, ao lado das cenas, íamos colecionando imagens, estabelecendo diálogos. Eu tenho a impressão de que as artes plásticas influenciam quase tudo que eu faço, direta ou indiretamente”, pontua o diretor, que também contou com a colaboração da artista plástica paulista Tatiana Blass. Ela pintou, especialmente para o longa, a tela que vemos na sala de Julia e Eduardo e que foi base para o título do filme. parceria, troca e entrega – “Canção da Volta” foi rodado durante o inverno de 2014, no centro de São Paulo. Exigiu uma preparação de quase dois meses, que envolveu não só ensaios e leituras, mas muitas conversas, sessões de filmes, exercícios corporais e reescritas de roteiro. Se, por um lado, essa é a primeira vez que Gustavo e João Miguel se encontram no set, “Canção da Volta” assinala mais uma fase da longa parceria entre Gustavo e Marina: além de casados, os dois são sócios na Mira Filmes, fizeram juntos o curta “Acho que chovia” e o longa “Califórnia”, dirigido por ela e produzido por ele. “Queria trabalhar com bons atores e com pessoas próximas, com quem eu pudesse estabelecer relações de parceria, troca e entrega, pessoas cujos ‘demônios’ me interessassem, me instigassem, e que topassem o jogo intenso que o filme pedia. Nós três estudamos, ensaiamos e reescrevemos todas as cenas juntos [com a participação de Leonardo Levis, co-roteirista] o que foi decisivo para o filme encontrar sua forma”, lembra o diretor. Na trilha sonora, Dolores Duran, Fuck Buttons, Black Dice, Ângelo Madureira e Caetano Veloso.

sobre o diretor: Desde 2011, Gustavo vem produzindo e dirigindo documentários e séries de TV para emissoras como ESPN, Canal Brasil e TV Cultura. Além de diversos curtas-metragens que foram exibidos em festivais como Clermont-Ferrand, Rotterdam, Oberhausen e Indie Lisboa. Em 2010, lançou seu primeiro documentário, “Cildo”, exibido no Tate Modern de Londres. Em 2015, produziu o longa “Califórnia” (Rotterdam, Tribeca, Prêmio da Juventude na Mostra Internacional de São Paulo), e a sitcom “Quero ter um Milhão de Amigos” (exibida pela Warner Channel Brasil), que também dirigiu. “Canção da Volta” é seu primeiro longa-metragem de ficção como diretor. “Cora”, seu próximo projeto, foi recentemente contemplado pelo TFI Latin America Fund.

sobre a produtora Mira Filmes
Fundada por Gustavo Rosa de Moura, Carmem Maia e Marina Person, a Mira Filmes é uma produtora que investe em cinema, TV e web. Desde 2011, vem produzindo documentários, telefilmes e séries de TV para emissoras como ESPN, Warner Channel, Canal Brasil e TV Cultura, além de diversos curtas-metragens exibidos em festivais como Clermont-Ferrand, Rotterdam, Oberhausen e Indie Lisboa. Em 2015, produziu e lançou seu primeiro longa de ficção, “Califórnia”, vencedor do Prêmio da Juventude na Mostra Internacional de São Paulo e exibido em Rotterdam, Tribeca e outros festivais. Em 2016, a Mira Filmes lançou a websérie “Sala dos Roteiristas” no Canal Omeletevê, prepara-se para o lançamento dos longas-metragens “Canção da Volta” e “Precisamos Falar do Assédio” (selecionado para o Festival de Brasília 2016) nos cinemas, irá filmar o drama “Cora” (recentemente contemplado pelo TFI Latin American Fund 2016 e pelo Programa de Fomento ao Cinema Paulista 2015) e está acabando de desenvolver a comédia “Antes Tarde do que Nunca” (em coprodução com a FOX Brasil e Warner Brothers Brasil, contemplada pela Chamada Pública BRDE/FSA PRODECINE 01/2014).

ficha técnica
Direção: Gustavo Rosa de Moura
Elenco: João Miguel, Marina Person, Francisco Miguez, Stella Hodge, Marat Descartes, Poliana Pieratti
Produção: Gustavo Rosa de Moura, Giulia Setembrino, Carmem Maia, Marina Person
Distribuição: Pandora Filmes
Co-distribuição: SpCine
Produção: Mira Filmes
Co-produção: Lauper Films
Produção executiva: Giulia Setembrino
Roteiro: Gustavo Rosa de Moura e Leonardo Levis
Fotografia: Flora Dias
Som: Gustavo Zysman Nascimento
Direção de arte: Gustavo Rosa de Moura e Joana Brasiliano
Montagem: Bernardo Barcellos
Edição de som: Daniel Turini e Fernando Henna
Pós-produção: Alexandre Cristófaro, Henrique Reganatti, Giba Yamashiro, Ana Ligia Carraro, Luisa Neves, Fabiana Cruz
GRADE DE HORÁRIOS:
3 de novembro (quinta-feira)
15h – Canção da Volta
17h – A Loucura Entre Nós
19h – Canção da Volta
4 de novembro (sexta-feira)
15h – Canção da Volta
17h – A Loucura Entre Nós
19h – Canção da Volta
5 de novembro (sábado)
15h – Canção da Volta
17h – A Loucura Entre Nós
19h – Canção da Volta
6 de novembro (domingo)
15h – Canção da Volta
17h – A Loucura Entre Nós
19h – Canção da Volta
8 de novembro (terça-feira)
15h – Canção da Volta
17h – A Loucura Entre Nós
19h – Canção da Volta
9 de novembro (quarta-feira)
15h – Canção da Volta
17h – A Loucura Entre Nós
19h – Canção da Volta
C i n e B a n c á r i o s
Rua General Câmara, 424, Centro
Porto Alegre | RS | CEP 90010-230
cinebancarios@sindbancarios.org.br
cinebancarios.blogspot.com.br
www.sindbancarios.org.br

Fone: (51) 34331204

Nenhum comentário: