Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Cine Especial:MARIO BAVA:Maestro do Macabro:FINAL



Nos dias 10 e 11 de Outubro,  eu estarei no Cine Capitólio,  participando do curso Mario Bava: Maestro do Macabro, criado pelo Cine Um e ministrado pelo doutor em Literatura Inglesa pela Universidade de São Paulo, com especialização em romance gótico, Fernando Brito. Enquanto atividade não chega, irei falar dos principais filmes desse diretor que foi fonte de influência para inúmeros outros diretores como Francis Ford Coppola e Tim Burton. 

 

DIABOLIK (1968)

Sinopse: Baseado em um personagem de gibis italianos da década de 60, Diabolik é um anti-herói que costuma sair de seu esconderijo secreto para ganhar a vida roubando e perturbando constantemente o governo, as autoridades e criminosos rivais, quase sempre com o auxílio do charme e sensualidade de sua bela namorada.

Devo confessar que, antes mesmo de eu ingressar no curso sobre Mario Bava para esse final de semana, eu havia assistido poucos títulos de sua filmografia e somente fui conhecer agora quase todos os seus filmes graças a essa atividade que irei participar. Curiosamente, Bava ficou famoso por filmes de terror góticos e que essa adaptação de um personagem de quadrinhos foge um pouco do que estava acostumado a fazer. Porém. isso não torna o titulo menor de sua filmografia, pois  Diabolik! é uma delicia de ser assistido e uma prova que a onda das adaptações de HQ não se restringem somente ao nosso cinema atual. 
Diabolik (John Phillip Law) é o maior ladrão do planeta e quanto maior e mais perigoso for o desafio, melhor; já que ele comete crimes por puro prazer e para satisfazer os desejos de sua belíssima e  fútil namorada (Marisa Mell). Eles vivem em um esconderijo secreto todo tecnológico, dormem numa mega cama cheia de dinheiro, dirigem belos carros e costumam derreter ouro por diversão. Enquanto isso, o governo faz de tudo para prende-lo, até pagar uma recompensa de 1 milhão de dólares para quem o fizer. O filme tem uma cena marcante atrás da outra, Diabolik sempre arrumando maneiras mirabolantes de fuga, algumas até cartunescas, como uma que parece saída de um episódio do Papa-Léguas, quando ele coloca uma espécie de espelho na estrada para enganar os perseguidores. 
Diabolik também é um filme bem estiloso, com os personagens sempre bem vestidos, algumas cenas parecem até editais de moda, a fantasia do Diabolik é um charme a parte, tanta elegância que em uma sequência do roubo de um colar, a vítima deixa explícito que seria um prazer ser roubada por ele. Na verdade, numa inversão de valores, Diabolik acaba sendo o herói do filme e a polícia e o governo os vilões, já que acabamos torcendo por ele o tempo todo. O filme tem closes bem sexys da linda namorada do Diabolik, sempre em trajes mínimos e das meninas dos gângsteres, aliás, um dos pontos fracos do filme para mim são os mafiosos, bem inexpressivos, forçando na comicidade em certo ponto, mas como eles são bem secundários na história, acabam não influenciando no resultado final desse ótimo filme.
  

Leia também: partes 1, 2, 3, 4 e 5.

 
Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Nenhum comentário: