Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 28 de maio de 2012

COMO SE VER UM FILME 2 - OS GÊNEROS: EXTRA


Terminou ontem, o curso Como se Ver um Filme 2 – Gêneros, criado pelo CENA UM e ministrado  por Ana Maria Bahiana.  Durante dois dias, á critica de cinema destrinchou um pouco cada um, dos principais gêneros que moldam o cinema, de ontem e hoje e como deles nascem outros subgêneros. 


No primeiro dia, o destaque ficou para o drama e a comédia, sendo que essa ultima, evoluiu de tal forma nas ultimas décadas, que é um gênero que pode muito bem ser mais expandido, assim como o drama, que por sua vez, ainda é o gênero mais importante da historia da sétima arte. Curiosamente, Bahiana destacou bastante Titanic, que embora sua historia de amor seja das mais previsíveis, a produção segue todas as regras básicas de se fazer um bom cinema e atrair o publico alvo. Embora a trilha sonora (principalmente seu tema principal) continue insuportável, merece se tirar o chapéu para James Cameron, pelo seu esforço e ousadia na época em que criou o épico.

Já no segundo dia, os gêneros ação, aventura, ficção, terror e suspense dominaram o dia. Bahiana disseca toda a evolução desses gêneros, através de uma viagem no tempo, onde desde os tempos do cinema mudo, o cinema de ação e aventura tem evoluído muito. Maria citou (e eu só agradeço) o filme A General, que embora seja um filme mais voltado para comedia, é de se espantar como Buster Keaton não se machucou, ou até mesmo não morreu durante as filmagens, pois quem viu esse filme, se lembra muito bem como o personagem de Keaton sofreu maus bocados numa locomotiva a vapor, que faz parte da historia. Num tempo que nem sequer existiam efeitos especiais, o filme possui inúmeras cenas perigosíssimas e que hoje merece todo o respeito, daqueles que fazem filmes de ação.
Para o meu deleite, quando Bahiana chega ao gênero de ficção cientifica, ela faz uma justa comparação de três filmes, onde  cada um deles possui tamanha importância na historia , que ainda hoje é sentida. Na tela, assistimos por completo, o clássico Viagem a Lua, passamos para uma rápida cena do clássico alemão Metrópoles, para então fechar com chave de ouro, na famosa cena clássica de abertura de Blade Runner, que é meu filme favorito. Após esse prazer, Bahiana encerra o curso falando um pouco, tanto do gênero de suspense e terror, de como ambos os gêneros, existe algo de muito em comum, que é assustar o publico, mesmo nos não estarmos vendo o grande vilão da trama e se é assustador ou não, escancarar o vilão explodindo na tela.
Como exemplo, Bahiana colocou na tela, Janela Indiscreta, Alien: O 8º Passageiro e O Iluminado, onde Jack Nicholson explode no telão, com um dos melhores desempenhos da carreira, e que encerra com chave de ouro o curso de ontem. Infelizmente não pude participar da sessão de autógrafos com debate que Bahiana faria na Livraria Cultura, muito menos pude comprar o mais novo livro dela, pois nesse mês tive que apertar a cinta. Mas o curso em si valeu muito a pena como sempre, principalmente para aqueles (como eu) viciados pelo cinema, e cada atividade como essa, não é só aprendizagem, mas também um grande prazer cultural.
Se tudo ocorrer bem, aguardem para novos especiais nas próximas semanas.


Me Sigam no Facebook e Twitter

Nenhum comentário: