Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Cine Dica: Em DVD e Blu-Ray (14-05-12)


SHERLOCK HOLMES: O JOGO DAS SOMBRAS
Leia minha critica já publicada clicando aqui  

OS DESCENDENTES

Sinopse: Matt King (George Clooney) é um marido indiferente e pai de duas meninas, que é forçado a reexaminar seu passado e abraçar seu futuro depois que sua esposa sofre um acidente de barco em Waikiki. O trágico acontecimento acaba por aproximar Matt das filhas, o que o ajuda na difícil decisão de vender um terreno herdado da família.

Muita gente se pergunta por Alexandre Payner demorou tanto para fazer um novo filme, após o sucesso de publico e critica de Sideways, mas antes tarde do que nunca. Se for pelo fato, de ter esperado para achar uma boa historia, para ser apresentada as telas, o cineasta achou o filme certo, ou pelo menos, redondinho suficiente para agradar tanto o publico como os membros da academia, o que acabou realmente acontecendo, levando então, o Oscar de melhor roteiro adaptado, e méritos por esse pequeno feito não faltam. Ao contar a historia de Matt (George Clooney, ótimo) que vive a difícil jornada em cuidar de suas filhas, enquanto a sua esposa está nas ultimas em estado vegetativo (após um acidade de barco), o filme mergulha na típica historia de auto descobrimento de si próprio e das pessoas com quem convive, que no caso de Matt, irá redescobrir suas filhas  Scottie (Amara Miller) e Alex (Shailene Woodley), sendo que, apesar das indiferenças, precisaram se unir em momentos difíceis nos próximos dias.
O tema de auto descobrimento, atinge momentos fortes, quando o protagonista descobre que não conhecia por completo a sua esposa, o que desencadeia momentos de tristeza e de raiva. E é ai, que George Clooney abandona sua pose de galã, para descascar um homem comum e tendo que aceitar tanto as conseqüências dos seus atos durante a sua vida, como das pessoas que ele amou. A trama se envereda em momentos dramáticos, com algumas pitadas de humor, que fazem dela agiu e nunca monótona e nos faz também nos identificamos com os personagens, mesmo quando nos nunca tivéssemos vivido uma situação no qual eles estão passando. Visualmente, o filme reserva inúmeros momentos de pura beleza das ilhas de Havaiana, enquanto gradualmente as peças chaves de toda á historia, vão se juntando, para então, chegar ao difícil final que os personagens precisam enfrentar.      
Não é nenhum Sideways, mas não deixa de ser, o mais novo bom vinho do cineasta Payner.


Me Sigam no Facebook e Twitter

Nenhum comentário: