Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Cine dicas: Lançamentos em DVD

A Harry Potter mania começou. Estava eu meio dia e meia passeando no chopping Total aqui de Porto Alegre e já tinha filas quilométricas já bem cedo. Mas para aqueles que ficarem em casa recomendo alguns titulos que acabaram de chegar nas locadoras, confiram:

Gran Torino
Em seu mais recente filme, Eastwwod faz um verdadeiro retrato da decadencia de um homem durão perante a um novo mundo.
Sinopse: Walt Kowalski (Clint Eastwood) é um inflexível veterano da Guerra da Coréia, que está agora aposentado. Para passar o tempo ele faz consertos em casa, bebe cerveja e vai mensalmente ao barbeiro (John Carroll Lynch). Sua vida é alterada quando passa a ter como vizinhos imigrantes hmong, vindos do Laos, os quais Walt despreza. Ressentido e desconfiando de todos, Walt apenas deseja passar o tempo que lhe resta de vida. Até que Thao (Bee Vang), seu tímido vizinho adolescente, é obrigado por uma gangue a roubar o carro de Walt, um Gran Torino retirado da linha de montagem pelo próprio. Walt consegue impedir o roubo, o que faz com que se torne uma espécie de herói local. Especialmente para Sue (Ahney Her), mãe de Thao, que insiste que deve trabalhar para Walt como forma de recompensá-lo.
Com serteza se Clint Eastwood morresse hoje, Gran Torino seria uma espécie de testamento em resumo de toda a sua otima carreira como ator e diretor. Todos os elementos estão lá, da justiça com as propias mãos (Sobre Meninos e Lobos) ao lado paternal (Menina de Ouro). Clint Eastwood retrata o seu tipo de personagem durão que interpretou durante os anos mas que não consegue aceitar os novos rumos da cidade aonde vive, mantendo a todo custo suas raizes do passado mas que com o tempo terá que aprender a ser tolerante perante ao mundo.
Curiosidades:
Gran Torino (segundo as palavras do ator/diretor) será o ultimo filme que Clint Eastwood irá atuar, dedicando somente a direção daqui em diante.
A canção "Gran Torino" é apresentada nos créditos finais, sendo cantada por Clint Eastwood e Jamie Cullum. Esta versão consta apenas no filme, já que na trilha sonora Eastwood foi substituído por Don Runner.
Frost/Nixon

Sinopse: Richard Nixon (Frank Langella) permaneceu em silêncio por três anos após renunciar à presidência dos Estados Unidos. Em 1977 ele concordou em dar uma entrevista, visando esclarecer pontos obscuros do período em que esteve no governo e usá-la para uma possível volta à política. O entrevistador do programa foi o jovem David Frost (Michael Sheen), o que fazia com que Nixon acreditasse que seria fácil dobrá-lo. Entretanto o que ocorreu foi uma grande batalha entre os dois, que resultou em um confronto assistido por 45 milhões de pessoas ao longo de quatro noites.



Filme faz um excelente retrato de um dos maiores furos jornalísticos da historia. Depois do deslize da adaptação de o Código Da Vinci, Ron Howard faz uma espécie de filme semi-documentário, em que retrata a entrevista que o entrevistador David Frost fez com Nixon, onde o ex presidente acabou falando coisas que não devia, como entre outras coisas o famoso caso Watergate. O primeiro busca sucesso para melhorar a vida, já o segundo busca redenção, sendo que em comum ambos são ambiciosos. Michael Sheen (A Rainha) se sai bem como o ambicioso entrevistador, mas é Frank Angella (Superman: O retorno) que da um show de interpretação, fazendo da cena da entrevista um duelo de combate de arena entre dois homens.


Curiosidades:Tanto Frank Langella quanto Michael Sheen interpretaram os mesmos personagens na montagem teatral de Frost/Nixon. Ron Howard exigiu que ambos fossem escalados no filme, caso contrário não aceitaria dirigi-lo.
Mesmo fora das filmagens os atores Frank Langella e Michael Sheen mantiveram a rivalidade existente entre seus personagens em Frost/Nixon, realizando provocações e piadas entre eles.
O Casamento de Rachel
Anne Hathaway finalmente ganha luz propia em drama
Sinopse: Kym (Anne Hathaway) está visitando sua família devido ao casamento de sua irmã, Rachel (Rosemarie DeWitt), do qual será madrinha. Ela carrega consigo um histórico de conflitos pessoais e familiares, que aos poucos se manifestam no período em que está no local.
Quando teve seu primeiro grande sucesso em O Diabo veste Prada, Anne Hathaway meio que foi ofuscada pelo talento da atriz Meryl Streep naquele filme. Contudo neste filme de Jonathan Demme (Filadélfia) Anne finalmente mostra o seu verdadeiro talento ao retratar uma jovem com verdadeiros conflitos internos que acabam por explodir justo em meio a todos os seus parentes em um casamento. Demme abilidoso com a mão, filma em muitos momentos o casamento (que por si só já é interessante) e por vezes se esqueçe da personagem de Anne, isso serve como um mero truque, fazendo que quando a camera finalmente é focada na protagonista apreciamos seus melhores momentos ao retratar uma garota que se sente cada vez mais reclusa desse mundo familiar.
Curiosidades:
Jenny Lumet levou sete semanas para concluir o roteiro de O Casamento de Rachel. Apesar deste ser seu 5º roteiro, este é o primeiro a ser rodado.
Recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz (Anne Hathaway).
O Equilibrista
Documentário vecendor do Oscar retrata o desejo de um homem em desafiar os seus limites.
Sinopse: 7 de agosto de 1974. Philippe Petit se equilibra, de forma ilegal, em uma corda bamba estendida entre as torres gêmeas, em Nova York. Na época estes eram os prédios mais altos do mundo, sendo que após uma hora no local ele foi levado para um exame psicológico e, posteriormente, preso. Para realizar o feito Petit levou 8 meses planejando-o com amigos, buscando um meio de enganar a segurança do World Trade Center para que pudesse entrar no prédio com a corda de aço e equipamentos.
Dirigido por James Marsh, o documentário em si é a historia de um homem em busca de desafios para si, contudo, mesmo o filme não mencionando nada sobre o 11/09 é inevitavel que quando o assunto é as duas torres do World Trade Center sempre vem em mente os atentados, principalmente em cenas de arquivo quando as torres começam a ser construidas em 1968 ou numa foto durante o ato do francês se equilibrando em meio as torres com o cabo de aço , apareçe um avião. Com isso o filme ganha pontos pelo assombro daquele fatídico dia, mesmo não sendo citado em momento algum na pelicula.
Curiosidades:
As filmagens de o Equilibrista ocorreram em Nova York e em Paris.- Após o ocorrido Philippe Petit e seus amigos foram processados pela polícia. "Man on Wire", título original do filme, é um dos meios pelos quais o incidente ficou famoso nos Estados Unidos.

Nenhum comentário: