Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Cine Clássicos: King Kong (1933)

Clássico dos clássicos dos filmes de monstros, pelicula de Mirian C. Cooper continua ainda insuperavel
Sinopse: Em Nova York um famoso diretor de cinema não consegue uma atriz para sua próxima produção, pois ninguém quer ir filmar em um lugar não revelado. Assim ele mesmo começa a vagar pelas ruas até que encontra uma jovem pobre, mas muito bonita, a quem imediatamente dá o emprego. A equipe viaja e vai parar em uma ilha desconhecida, na qual os nativos oferecem "noivas" para Kong, um gigantesco macaco. Após muitos perigos a equipe de filmagens conseguem capturar o macaco, pois pretendem levá-lo para Nova York para ser exibido. Paralelamente o símio se apaixona pela atriz.

Primeira versão de um argumento de Edgar Wallace, foi pioneira na criação e no uso de efeitos especiais, que ainda hoje, graças a inspirada direção, são convicentes, apesar da evolução da tecnologia dos dias de hoje. Com óbvia e inssistente analogia a historia da Bela e a Fera, o filme tem momentos antológicos, como os do epilogo. Destaque para a musica de Max Steiner e para a carisma da canadense Fay Wray que na época tinha 22 anos

Curiosidades: A ponte construída para os sets de filmagens de King Kong foi destruída na filmagem da cena do incêndio em Atlanta, de E o Vento Levou(1939).
Na época das filmagens de King Kong tanto o Empire State Building quanto o prédio da Chrysler estavam sendo construídos em Nova York. Inicialmente o roteiro previa que Kong escalaria o prédio da Chrysler, que seria o prédio mais alto do mundo. Porém uma mudança nos planos de construção do Empire State Building fez com que ele se tornasse o prédio mais alto, fazendo também com que fosse o escolhido pelos produtores para a escalada de Kong no filme.

Nenhum comentário: