Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 26 de março de 2015

Cine Dica: “Branco Sai, Preto Fica” e “Senhor do Labirinto” no CineBancários

“Branco Sai, Preto Fica” e “O Senhor do Labirinto” estreiam na sala de cinema do CineBancários dia 26 de março (quinta-feira). Os ingressos podem ser adquiridos no local a R$6,00. Estudantes, idosos, bancários sindicalizados e jornalistas sindicalizados pagam R$3,00.

BRANCO SAI, PRETO FICA
 
Dirigido por Adirley Queirós e grande vencedor do Festival de Brasília em 2014, “Branco Sai, Preto fica” recebeu o prêmio de Melhor Filme de longa metragem dado pelo júri oficial do Festival, além de outras dez premiações, entre elas, Melhor Ator, Melhor Direção de Arte e Melhor Montagem. Internacionalmente, o filme foi exibido no Festival de Mar del Plata, de onde saiu com o prêmio de Melhor Filme, Festival de Vienna, Hamburgo entre outros.
Sinopse: Tiros em um baile black na periferia de Brasília ferem dois homens. Um terceiro vem do futuro para investigar o acontecido e provar que a culpa é da sociedade repressiva.
O longa narra uma violenta ação policial em um baile black, discute racismo e exclusão na periferia de Brasília.
Diretor: Adirley Queirós é diretor de cinema e roteirista. Dos 16 aos 25 anos foi jogador de futebol profissional. Afastado da carreira, retornou os estudos. Aos 28 anos ingressou na Universidade de Brasília (UnB), onde graduou-se em Cinema em 2005, já com 35 anos. Desde então, tem uma atuação cultural constante, principalmente junto à periferia do Distrito Federal, mais especificamente na cidade de Ceilândia/DF. Durante este tempo realizou filmes, foi curador de mostras de cinema, jurado de festivais e realizador de encontros para formação na área de cinema. Em 2005, realizou o filme “Rap, O Canto da Ceilândia”, documentário curta-metragem que ganhou treze prêmios no Brasil
Em 2009, foi diretor, roteirista e produtor executivo dos filmes Dias de Greve” (ficção, 35mm, 24 min) e do filme “Fora de Campo” (documentário para TV, 52 min, vídeo digital).
Em 2010, foi diretor, roteirista e produtor executivo do premiado “A Cidade É Uma Só?”, ganhador de vários festivais no Brasil, inclusive a Mostra de Cinema de Tiradentes, tendo participado de alguns festivais internacionais, dentre eles Word Cinema Amsterdam, Brazilian Hollywood Festival - Los Angeles, BAFICI – Argentina.
      Festivais e prêmios:
Festival de Brasilia do Cinema Brasileiro (Melhor filme, Melhor Ator para Marquim Do Tropa, Melhor Direção de Arte, Troféu Câmera Legislativa: Melhor Longa Metragem, Melhor Ator, Melhor edição de som, Melhor capacitação de Som. Prêmio de Exibição TV Brasi, Prêmio Abracine: Melhor Longa Metragem)
Festival Internacional De Cine Mar Del Plata (Melhor filme na Mostra Latino Americana)
Mostra de tiradentes (Menção Honrosa do Júri Oficial e do Júri Popular)
Festival de Curitiba Olhar de Cinema (Prêmio Olhares Brasil, Prêmio Especial do Júri)
Cachoeira Doc (Melhor Filme pelo Júri Oficial, Melhor Filme pelo Júri Jovem)
Mostra Internacional De São Paulo
Festival Internacional De Fronteiras (Melhor Filme na Mostra Competitiva Internacional de Longas)
Vitória Cine Vídeo (Melhor Roteiro, Melhor Desenho de Som)
Panorama Internacional Coisa De Cinema
Semana Dos Realizadores Rio De Janeiro
Doc Lisboa
Vienalle
Festival De Hamburgo
Tourino Film Festival
      Trailer: 

FICHA TÉCNICA
BRASIL
Gênero: Ficção Cientifica
Duração: 90 min
Ano: 2014
Direção: Adirley Queirós
Elenco: Marquim, Shokito, Dilmar Durães, Jamaika
Produção: Cinco da Norte
Distribuição: Vitrine Filmes

O SENHOR DO LABIRINTO
 Baseado no livro “Arthur Bispo do Rosario – O senhor do labirinto”, de Luciana Hidalgo, o filme tem direção de Geraldo Motta Filho e co-direção de Gisella Mello, passou pela Mostra Internacional de Cinema em São Paulo e venceu o prêmio de melhor filme na escolha do júri popular do Festival do Rio. O diretor e a escritora também são responsáveis pelo roteiro do longa de ficção.
Sinopse: “O Senhor do Labirinto” começa numa abafada noite de 22 de dezembro de 1938, quando, guiado por um imaginário exército de anjos, Arthur Bispo do Rosario sai pelas ruas do Rio de Janeiro com o propósito de anunciar ao mundo que é o “Enviado”, e que está encarregado por Deus de “julgar os vivos e os mortos”. Diagnosticado como esquizofrênico-paranoico, Bispo é internado na Colônia Juliano Moreira. Em meio à clausura e à violência desta instituição psiquiátrica, ele produz, ao longo de 50 anos, assombrado por misticismos e alucinações, um acervo de bordados, estandartes e assemblages com insuspeitos traços de arte pop contemporânea.
O personagem principal é interpretado por Flávio Bauraqui (do longa “Faroeste Caboclo” e da novela “Meu Pedacinho de Chão”). Irandhir Santos (de “Tatuagem”, “A História da Eternidade”, “Ausência” e “Tropa de Elite”) faz o papel de Wanderley, funcionário da instituição e Maria Flor (de “360”) interpreta a psicóloga Rosângela.
Trailer:

Fotos em alta: http://we.tl/E73VgHhomX
Ficha técnica:
Gênero: Ficção
Duração: 80 min
Direção: Geraldo Motta
Co-direção: Gisella de Mello
Roteiro: Geraldo Motta, Luciana Hidalgo
Elenco: Flávio Bauraqui, Irandhir Santos, Maria Flor, Odilon Esteves, Eriberto Leão, Luiz Carlos Reis, Rodrigo Riszla, Edlo Mendes, José Carlos Ngão, Andrea Villela, Diane Velôso
Fotografia: Kátia Coelho
Montagem: Karen Akerman
Direção de Arte: Sérgio Silveira
Figurino: Simone Aquino
Trilha Sonora: Egberto Gismonti
Som: Toninho Muricy
Produtora: Tibet Filme
Distribuidora: Eh! Filmes
GRADE DE HORÁRIOS
26 de março (quinta-feira)
15h – Branco Sai Preto Fica, de Adirley Queirós
17h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello
19h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello

27 de março (sexta-feira)
15h – Branco Sai Preto Fica, de Adirley Queirós
17h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello
19h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello

28 de março (sábado)
15h – Branco Sai Preto Fica, de Adirley Queirós
17h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello
19h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello

29 de março (domingo)
15h – Branco Sai Preto Fica, de Adirley Queirós
17h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello
19h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello

31 de março (terça-feira)
15h – Branco Sai Preto Fica, de Adirley Queirós
17h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello
19h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello

1º de abril (quarta-feira)
15h – Branco Sai Preto Fica, de Adirley Queirós
17h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello
19h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello

C i n e B a n c á r i o s
Rua General Câmara, 424, Centro - Porto Alegre | Fone: (51) 34331204

Nenhum comentário: