Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 22 de abril de 2020

Cine Dica: Durante a Quarentena Assista: 'BLOW THE MAN DOWN'

Sinopse: Quando um encontro fatídico em um bar local força Mary Beth a matar um estranho misterioso e perigoso em legítima defesa, ela pede ajuda para Priscilla, que é mais racional e saberá o que fazer. A dupla planeja se livrar do corpo sem deixar vestígios, mas o crime não passa despercebido. 

Nos últimos tempos o cinema tem nos mostrado que, quanto menor a cidade for mais segredos ela guarda consigo. Os irmãos Coen, por exemplo, são realizadores conhecidos por criar obras que sintetizam muito bem isso, pois basta pegar o seu clássico "Fargo" (1996) como belo exemplo. "Blow The Man Down" segue essa linha de raciocínio, onde mascaras dos cidadãos de bem de uma típica cidade pequena norte americana começam a cair e revelar algo que ninguém poderia crer.
Dirigido por pela cineasta Bridget Savage Cole, o filme conta a história de uma pequena vila de pescadores de Easter Cove, as irmãs Mary Beth (Morgan Saylor) e Priscilla (Sophie Lowe) acabam de perder a mãe e passam a assumir as dívidas do lar. Quando um encontro fatídico em um bar local força Mary Beth a matar um estranho misterioso e perigoso em legítima defesa, ela pede ajuda para Priscilla, que é mais racional e saberá o que fazer. A dupla planeja se livrar do corpo sem deixar vestígios, mas o crime não passa despercebido.
O filme já começa de forma primorosa, onde vemos veteranos pescadores trabalhando pelo seu sustento e cantando uma música que fala de tudo um pouco, desde a união como também as velhas tradições a serem seguidas a torto e a direito. É um momento em que, pode ser analisado como apenas um instante de belo momento cinematograficamente falando, ou do qual sintetiza o que virá logo em seguida. A partir do momento em que ocorre um crime a caixa de Pandora é aberta e servirá como teste de lealdade para aqueles que vivem naquele micro universo escondido na terra.
Curiosamente, "Blow The Man Down" é um típico que filme que não há, necessariamente, um ou dois protagonistas, mas sim um mosaico de figuras interessantes e falam do por que estarem ali na história.  Se num primeiro momento o caso de assassinato em que as irmãs Mary Beth (Morgan Saylor) e Priscilla (Sophie Lowe) acabam se envolvendo  se torna o foco principal da trama, por outro lado, isso é contrariado no momento em que surge um novo crime e revelando novas figuras no desenrolar dessa enigmática história. É a partir daí que segredos são revelados, personagens mostram porque vieram e revelando que ninguém ali é santo ou demônio, mas sim seres humanos que carregam as escolhas ao longo desse percurso.
Se o elenco jovem se destaca, principalmente pela presença da atriz Gayle Rankin como uma enigmática prostituta, por outro lado, uma gama de veteranas comprova que não é rugas que as impedem de nos brindar com grandes atuações dignas de nota. Se por um lado Annette OToole e Marceline Hugot estão ótimas ao interpretarem as líderes de uma misteriosa aliança, por outro lado, Margo Martindale, do recente "Rainhas do Crime" (2019) se sobressai em uma atuação surpreende ao interpretar a dona de um prostíbulo e cuja a origem do local tem valor significativo para aquele lugar esquecido no mundo. Quando muitos desses grandes talentos se colidem no ato final da trama, é então que real face daquela cidade é revelada e fazendo a gente se dar conta que, independente do que aconteça, todos estão envolvidos de alguma maneira para continuar existindo as boas aparências.
"Blow The Man Down" é uma pequena pérola do cinema independente norte americano e que vale muito a pena em ser descoberto pelo grande público. 

Onde assistir: Amazon Prime Video. 

Joga no Google e me acha aqui:  
Me sigam no Facebook,  twitter, Linkedlin e Instagram.  

Nenhum comentário: