Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 17 de abril de 2020

Cine Dica: Durante a Quarentena Assista: 'Casamento Sangrento'

Sinopse: Horas após o casamento dos seus sonhos, Grace retorna à casa de campo do novo marido para passar a noite com seus novos sogros. Mas isso não é lua de mel, e Grace logo se vê em uma luta sangrenta pela sobrevivência.

Nos últimos anos o cinema tem nos brindado com filmes que fazem uma autocrítica sobre a divisão de classes e de como elas, querendo ou não, são sugadas pelo sistema capitalista da sua maneira. "Parasita" (2019), por exemplo, talvez seja o melhor representante atual com relação a esse pensamento, onde a classe dominante se considera imune, mas mal sabendo que, no final das contas, tudo no final transborda para qualquer lado que se preze. Se enveredando mais para o lado de humor sombrio, "Casamento Sangrento" é terror e diversão na medida certa, mas contendo a sua crítica pessoal sobre divisão de classes nas entrelinhas.
Dirigido por Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillett, o filme conta a história de Grace, interpretada pela atriz Samara Weaving do filme "Três Anúncios Para um Crime" (2017), que acaba de se casar com o herdeiro milionário de uma família especializada em jogos de tabuleiro. Antes de realmente integrar a família, no entanto, ela é obrigada a participar de uma tradição familiar: um jogo de esconde-esconde pela mansão dos Le Domas. Aos poucos, Grace percebe que a brincadeira inocente é na verdade uma caçada sangrenta contra a recém-casada, em que todas as armas e golpes são permitidos para assassiná-la. A jovem terá a difícil missão de sobreviver aos ataques até o amanhecer.
Há naturalmente uma rápida apresentação dos personagens principais no início da projeção, para logo em seguida o filme pegar uma marcha e jamais desacelerar. Basicamente a trama se passa quase toda ela dentro da mansão, onde vemos Grace fugir a todo momento, enquanto a família rica a caça acreditando que será o melhor para ela. Se por um lado há uma crítica ácida sobre os ricos que se acham intocáveis, por outro lado, isso fica um tanto que na superfície, já que a proposta principal do filme é mais para entreter do que criar altas doses de reflexão em meio ao caos.
Basicamente o filme é carregado de humor sombrio ácido, com direito a situações absurdas e muito gore na medida certa. Grace, gradualmente, vai mudando no decorrer do filme, muito embora ela já fosse uma mulher independente e disposta a enfrentar os seus futuros sogros. O filme somente derrapa ao não acrescentar quase nada de original dentro do gênero, mas nada que atrapalha o resultado que final que era nos passar somente pura diversão.
"Casamento Sangrento" é uma mistura de vários ingredientes, do qual irá desapontar alguns, mas passando diversão para aqueles que buscam um terror sem parafuso algum. 

Onde Assistir: Em locação no  Google Play Filmes e Youtube. 

Joga no Google e me acha aqui:  
Me sigam no Facebook,  twitter, Linkedlin e Instagram.  

Nenhum comentário: