Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Cine Dica: Em DVD e Blu-Ray: Deus da Carnificina



Sinopse: 'Deus da Carnificina' é uma adaptação da peça teatral homônima de Yasmina Reza, ganhadora do Tony Awards, e acompanha a história de dois casais que se encontram depois de seus filhos se envolverem em uma briga na escola. O encontro é um desastre, mas serve para dar início a uma análise conjugal de ambos os casais.

Mesmo com os seus problemas na justiça, Roman Polanski parece que engatou uma boa fase na sua carreira que não se via já algum tempo. Após o ótimo O Escritor Fantasma, ele retorna a certos elementos que ele usava antigamente, como criar uma trama que se passa num apartamento, sendo algo que ele muito bem usou na famosa "trilogia do apartamento" (formada por Repulsa do Sexo, O Bebe de Rosemary e O Inquilino). Mas diferente daquela trilogia, a trama se passa totalmente dentro de um apartamento, onde um encontro de dois casais acontece, para resolver certo problema envolvendo os seus filhos, mas o que era para se resolver num dialogo formal, acaba se transformando numa verdadeira sessão de lavar a roupa suja.
Baseado na peça teatral de Yasmina Reza, o filme me lembrou o clássico Quem tem medo de Virginia Woolf?, mas  diferente daquele, aqui a espaço para momentos de humor imprevisíveis, devido a situação em que os quatro passam no decorrer da trama, onde as mascaras de cada um deles vão caindo no decorrer dos eventos. Embora seja num espaço pequeno, a câmera de Polanski esta sempre em movimento, onde busca focar ao máximo, a degradação psicológica e física dos personagens no decorrer da historia. Tudo funciona com precisão, não só graças a ótima direção, como também de um pequeno super elenco oscarisado. Jodie Foster, John C. Relly, Kate Winslet e Christopher Waltz, representam os dois lados da sociedade, que embora sejam de classes diferentes, ambos acabam sucumbindo a assuntos, que embora banais em alguns momentos, que os fazem caírem na degradação e ouvirem certas verdades que sempre se negam a ouvir.
Embora curto (pouco menos de uma hora e vinte), o filme levanta inúmeras questões atuais, como o retrato do casal de hoje e de como eles se comportam perante aos inúmeros obstáculos que a convivência de ambos acaba trazendo no decorrer dos anos. Uma terapia de casal mais do que deliciosa de se assistir.  

   Me  Sigam no Facebook e Twitter

Nenhum comentário: