Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Cine Dica: Morango e Chocolate na Sala P. F. Gastal

CLÁSSICO MORANGO E CHOCOLATE GANHA
SESSÃO COMENTADA POR SENEL PAZ NA SALA P. F. GASTAL 

Já um clássico do cinema latino-americano, o filme Morango e Chocolate comemora em 2013 seu 20º aniversário de lançamento. Dirigida pela dupla Tomás Gutiérrez Alea e Juan Carlos Tabío, esta elogiada comédia dramática cubana estreada em 1993 conheceu um enorme êxito internacional, e chegou a ser indicada ao Oscar de melhor filme estrangeiro. Para celebrar seus 20 anos de lançamento, e aproveitando a estada em Porto Alegre do escritor e roteirista Senel Paz (autor do conto original que inspirou o filme, e também seu roteirista), a Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) exibe Morango e Chocolate na próxima sexta-feira, dia 15 de novembro, às 20h, em sessão que será comentada por Paz. A exibição tem entrada franca.
 Morango e Chocolate mostra o relacionamento entre um intelectual homossexual perseguido pelo regime (Jorge Perugorría) e um estudante comunista que idolatra o governo de Fidel Castro (Vladimir Cruz). A princípio a aproximação de ambos se dá de forma tensa, mas aos poucos uma forte amizade se constrói entre os dois personagens, superando suas diferenças e preconceitos. A história do filme é baseada no conto O Lobo, a Floresta e o Novo Homem, de Senel Paz, que a adaptou para o cinema. Além de concorrer ao Oscar de melhor filme estrangeiro, Morango e Chocolate venceu o Urso de Prata e o Teddy Award no Festival de Berlim, conquistando ainda mais de 20 prêmios internacionais (incluindo o Kikito de melhor filme no Festival de Gramado).
Morango e Chocolate (Fresa y Chocolate), de Tomás Gutiérrez Alea e Juan Carlos Tabío. Cuba, 1993. Duração: 108 minutos.

 GRADE DE HORÁRIOS



15 de novembro (sexta-feira)
15:00 – De Repente, no Último Verão, de Joseph L. Mankiewicz
17:00 – Moby Dick, de John Huston
19:00 – A Concha e o Clérigo, de Germaine Dulac
20:00 – Morango e Chocolate, de Tomás Gutiérrez Alea e Juan Carlos Tabío (sessão comentada pelo escritor e roteirista Senel Paz)


16 de novembro (sábado)
15:00 – As Damas do Bois de Boulogne, de Robert Bresson
17:00 – Sessão Plataforma (Leviathan, de Lucien Castaing-Taylor e Verena Paravel)
19:00 – Sessão Aurora (Um Burguês Muito Pequeno, de Mario Monicelli)


17 de novembro (domingo)
15:00 – Chamas de Verão, de Tony Richardson
17:00 – O Criado, de Joseph Losey
19:00 – Barfly – Condenados pelo Vício, de Barbet Schroeder


Me sigam no meu Facebook e Twitter:

Nenhum comentário: