Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 9 de março de 2021

Cine Dica: Cine Dica: Streaming: 'O Mandaloriano - 2ª Temporada'

Sinopse: Din Djarin (Pedro Pascal) é um guerreiro solitário que trabalha como caçador de recompensa. Ele embarca numa jornada pelos territórios esquecidos da galáxia, logo após a queda do Império e antes da criação da temida Primeira Ordem. 

Quando se achava que a franquia de Star Wars estava esgotada, eis que a Disney surpreende ao explorar o universo criado por George Lucas em outras fronteiras que vai muito além da mitologia dos jedis. Ao explorar a natureza dos caçadores de recompensas, os mandalorianos, os realizadores conseguem respeitar, tanto os fãs, como também a essência desse universo criado a partir de 1977. Com isso, a segunda temporada de "O Mandaloriano" vai mais a fundo com relação a mitologia do personagem, mas também se alinhando a tudo que já havia sido criado anteriormente.

Novamente acompanhamos o caçador de recompensas e Mandaloriano Din Djarin (Pedro Pascal) em sua jornada em deixar o seu pequeno amigo bebê Yoda nas mãos seguras em algum planeta distante. Porém, além de participar de outras missões, ele ainda terá que enfrentar o império que ainda resiste após os eventos de "Star Wars - O Retorno de Jedi" (1983). Em meio a isso ele obtém novos aliados e cujo alguns são bem conhecidos aos nossos olhos.

Embora pertença a uma grande franquia, "O Mandaloriano" é uma série que funciona de forma independente para aqueles que nunca haviam acompanhado nenhum filme ou série de Star Wars. Porém, a obra se torna ainda mais prazerosa de ser assistida a partir do momento que surgem personagens conhecidos pelos fãs, tanto dos filmes, como também de outras séries que haviam sido lançadas ao longo desses anos. Com relação a isso, os realizadores dão um tratamento mais do que merecido ao caçador de recompensas Boba Fett, antes dado como morto em O "Retorno de Jedi" em uma cena infeliz, mas obtendo a sua redenção mais do que merecida aqui.

Curiosamente, é surpreendente como a série é muito bem trabalhada, já que os efeitos visuais, figurino, fotografia e edição de arte não deve em nada ao que já foi apresentado nos filmes que foram lançados no cinema. Porém, muito disso se deve aos diretores autorais que foram convidados em dirigir alguns episódios, como no caso de Robert Rodriguez que dirigiu o episódio “The Tragedy. Como de costume, a série ainda tem tempo de prestar homenagens aos velhos filmes de faroeste, onde a figura de Din Djarin sintetiza o pistoleiro durão bem ao estilo Clint Eastwood, mas que não esconde os seus sentimentos paternais com relação ao pequeno bebê Yoda que, aliás, a relação entre os dois é o coração da série como um todo e culminando em momentos que muitos vão ceder ao choro.

Mas muitos fãs não estavam preparados para os últimos capítulos, principalmente com relação ao último, onde surge do nada um personagem clássico da franquia e fazendo todos delirarem de alegria. Ponto para os realizadores que souberam transitar entre a criatividade para elementos clássicos que introduziram na trama para agradar os fãs. Porém, tudo isso moldado de uma forma que agradasse ambos os lados, tanto aos fãs, como também para uma crítica mais exigente.

Com um final redondinho, mas não escondendo sementes que irão germinar no futuro, "O Mandaloriano - 2ª Temporada" é a melhor coisa que surgiu na franquia Star Wars em anos. 

Onde Assistir: Disney +

Joga no Google e me acha aqui:  
Me sigam no Facebook,  twitter, Linkedlin e Instagram.  

Nenhum comentário: