Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Cine Dica: Programação da Cinemateca Paulo Amorim de 9 a 15 de Janeiro de 2020

PROGRAMAÇÃO DE 9 A 15 DE JANEIRO DE 2020 
SEGUNDAS-FEIRAS NÃO HÁ SESSÕES 
Uma Mulher Alta

SALA 1 / PAULO AMORIM

15h – FELIZ ANIVERSÁRIO
(Fête de Famille - França, 2019, 100min). Direção de Cédric Kahn, com Catherine Deneuve, Emmanuelle Bercot, Vincent Macaigne. Imovision, 14 anos. Comédia dramática.
Sinopse: Para comemorar os seus 70 anos, Andrea reúne os filhos, noras e netos em um almoço. A ideia é que seja um dia de amor e alegria, já que Romain, o filho cineasta, vai registrar o encontro. Mas a chegada de Claire, filha de um outro casamento de Andrea, traz à tona vários problemas do passado.

17h – UMA MULHER ALTA
(Dylda - Rússia, 2019, 135min). Direção de Kantemir Balagov, com Viktoria Miroshnichenko e Vasilisa Perelygina. Supo Mungam Filmes, 16 anos. Drama.
Sinopse: Iya e Masha são duas jovens mulheres que buscam esperança e um novo rumo para suas vidas na Rússia de 1945, logo ao fim da Segunda Guerra Mundial. Elas vivem em Leningrado, cidade que sofreu um dos cercos mais brutais do combate, e para muitos a morte pode ser a única opção viável. O filme é baseado no romance "A Guerra não tem Rosto de Mulher", de Svetlana Aleksievitch, e foi indicado pela Rússia para concorrer ao Oscar de filme estrangeiro.

19h30 – O PARAÍSO DEVE SER AQUI
(It Must Be Heaven - Alemanha/Canadá/Turquia/Palestina, 2019, 100min). Direção de Elia Suleiman, com Elia Suleiman, Gael García Bernal, Tarik Kopty. Imovision, 14 anos. Comédia dramática.
Sinopse: O próprio diretor Elia Suleiman é o protagonista, que sai de sua terra natal - a Palestina - e viaja pelo mundo em busca de novas vivências. Mas em todos os lugares por onde passa, de Paris a Nova York, ele se depara com os mesmos problemas, incluindo a violência policial, o preconceito e o controle de imigração. O filme representou a Palestina na indicação ao Oscar 2020.

SALA 2 / EDUARDO HIRTZ

14h30 – ADAM
(Marrocos/França/Bélgica, 2019, 100min).  Direção de Maryam Touzani, com Lubna Azabal, Nisrin Erradi, Douae Belkhaouda. Arteplex Filmes, 14 anos. Drama.
Sinopse: Na conservadora sociedade marroquina, a viúva Abla mantém uma pequena padaria com a qual sustenta sua filha de dez anos de idade. Mas suas convicções são postas à prova quando Samia, uma jovem grávida e sozinha, bate à sua porta pedindo ajuda - no Marrocos, ter um filho fora do casamento é praticamente um crime. O filme representou o país na indicação ao Oscar de filme estrangeiro.

16h30 - BACURAU

(Brasil, 2019, 135min). Direção de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, com Barbara Colen, Sônia Braga, Udo Kier. Vitrine Filmes, 16 anos. Suspense.
Sinopse: Em um futuro próximo, no esquecido vilarejo de Bacurau, os moradores percebem que coisas estranhas estão acontecendo. Primeiro, a cidade some dos mapas; depois, um disco voador aparece no céu e algumas pessoas morrem violentamente. Para se proteger dos ataques, a comunidade se une e criam uma maneira bem particular de defesa. O filme ganhou o prêmio do júri no Festival de Cannes.

19h – A VIDA INVISÍVEL
(Brasil, 2019, 140min). Direção de Karim Ainouz, com Fernanda Montenegro, Julia Stockler e Carol Duarte. Vitrine Filmes, 16 anos. Drama.
Sinopse: Filhas de imigrantes portugueses, as jovens Guida e Eurídice vivem no Rio de Janeiro dos anos 1950. A primeira está à espera de um grande amor, enquanto Eurídice sonha com uma carreira de pianista. Mas seus projetos de vida são interrompidos pela postura machista e conservadora do pai, que se vale de uma mentira para separar as duas irmãs. Inspirado no livro "A vida invisível de Eurídice Gusmão", de Martha Batalha, o filme é indicado pelo Brasil para concorrer ao Oscar de melhor filme estrangeiro.

SALA 3 / NORBERTO LUBISCO

15h15 – O AMANTE FRANCÊS
(Just a Gigolo - França, 2019, 94 min). Direção de Olivier Baroux, com Kad Merad e Anne Charrier. Pagu Filmes, 12 anos. Comédia.
Sinopse: Depois de vários anos vivendo com Denise, Alex é dispensado da sua função de amante oficial. Forçado a se instalar na casa de sua irmã e de seu sobrinho de 10 anos, ele só pensa em encontrar uma nova mulher que possa sustentá-lo. E, para isso, vai contar com a ajuda do garoto.

17h – E ENTÃO NÓS DANÇAMOS
(And then We Danced - Suécia/França/Georgia, 2019, 110min). Direção de Levan Akin, com Levan Gelbakhiani, Bachi Valishvili. Zeta Filmes, 14 anos. Drama.
Sinopse: Merab dança no Balé Nacional da Georgia desde criança e faz par com Mary. Mas, no auge da carreira, ele precisa lidar com a chegada do carismático e talentoso Irakli, que se torna seu principal rival e, também, seu amor secreto.

19h15 – TULIO PIVA: PANDEIRO DE PRATA
(Brasil, 2018, 55min). Direção de Marco Martins e Loli Menezes. Guarujá Produções, Livre. Documentário.
Sinopse: O filme recupera a vida e a obra do compositor e sambista gaúcho Túlio Piva. Natural de Santiago do Boqueirão, Túlio consolidou sua carreira musical em Porto Alegre, onde foi proprietário do bar Gente da Noite e lançou sambas que ficaram conhecidos no Brasil inteiro.
* Na quinta-feira, dia 9, sessão comentada com os diretores e Rodrigo Piva, neto do compositor. 

PREÇOS DOS INGRESSOS:
TERÇAS, QUARTAS e QUINTAS-FEIRAS: R$ 12,00 (R$ 6,00 – ESTUDANTES E MAIORES DE 60 ANOS). SEXTAS, SÁBADOS, DOMINGOS, FERIADOS: R$ 14,00 (R$ 7,00 - ESTUDANTES E MAIORES DE 60 ANOS).
CLIENTES DO BANRISUL: 50% DE DESCONTO EM TODAS AS SESSÕES. 
Professores tem direito a meia-entrada mediante apresentação de identificação profissional. Estudantes devem apresentar carteira de identidade estudantil. Outros casos: conforme Lei Federal nº 12.933/2013. Brigadianos e Policiais Civis Estaduais tem direito a entrada franca mediante apresentação de carteirinha de identificação profissional.
*Quantidades estão limitadas à disponibilidade de vagas na sala.
A meia-entrada não é válida em festivais, mostras e projetos que tenham ingresso promocional. Os descontos não são cumulativos. Tenha vantagens nos preços dos ingressos ao se tornar sócio da Cinemateca Paulo Amorim. Entre em contato por este e-mail ou pelo telefone (51) 3226-5787.


Acesse nossas plataformas sociais:

Nenhum comentário: