Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Cine Dica: Denis Côté, Matilda e Adoniran Barbosa (23 a 29 de janeiro)

SUSPENSE CANADENSE EM CARTAZ ADONIRAN BARBOSA EM DEBATE MATILDA NA SESSÃO VAGALUME
ANTOLOGIA DA CIDADE FANTASMA

Na quinta-feira, 23 de janeiro, o suspense canadense Antologia da Cidade Fantasma, de Denis Côté, entra em cartaz na Cinemateca Capitólio. O Farol, Bellatrix e Synonymes seguem em exibição até o dia 29 de janeiro. Nos dias 25 e 26 de janeiro, sempre às 16h, a Sessão Vagalume exibe Matilda, de Danny DeVito, um marco do cinema infanto-juvenil dos anos 1990. Na terça-feira, 28 de janeiro, às 19h30, o diretor Pedro Serrano participa de uma sessão comentada do longa-metragem Adoniran – Meu Nome É João Rubinato, documentário sobre vida e obra do sambista Adoniran Barbosa, um dos nomes mais importantes da história da música.

INGRESSOS (meia entrada para estudantes e idosos)
Antologia da Cidade Fantasma – R$ 16,00
Synonymes – R$ 16,00
O Farol – R$ 16,00
Bellatrix – R$ 16,00
Adoniran – R$ 16,00
Matilda – R$ 10,00

FILMES   

ANTOLOGIA DA CIDADE FANTASMA
(Répertoire Des Villes Disparues)
Canadá, 2019, 97 minutos, DCP
Direção: Denis Côté
Distribuição: Zeta Filmes

Simon Dubé morre em um acidente de carro em Irénée-les-Neiges, cidade pequena e isolada com uma população de 215 habitantes. Os moradores atordoados mostram-se relutantes em discutir as circunstâncias da tragédia. Daquele momento em diante, tanto para a família Dubé quanto para várias outras pessoas, tais como a prefeita Smallwood, o tempo parece perder todo o sentido e os dias se arrastam sem fim. Algo desce lentamente sobre a região. Nesse período de luto e nessa neblina, estranhos começam a aparecer. Quem são eles? O que está acontecendo?

MATILDA
Estados Unidos, 1996, 98 minutos, HD
Direção: Danny DeVito
Exibição dublada
 Matilda é a garotinha esperta e inteligente que gosta de ler e estudar. Os pais, entretanto, não percebem isso e a colocam num colégio infernal. Lá ela descobre que tem poderes mágicos e assim vai poder acertar as contas com todos, inclusive a cruel diretora da escola.

ADONIRAN, MEU NOME É JOÃO RUBINATO
Brasil, 2018, 92 minutos, DCP
Direção: Pedro Serrano
O filme oferece acessibilidade CineAssista
Distribuição: Pandora Filmes
Adoniran Barbosa, autor de sucessos como "Trem das Onze" e "Saudosa Maloca", carrega o título de maior sambista paulista de todos os tempos. A cidade de São Paulo era a personagem principal de suas canções e radionovelas. Através de imagens de arquivos raras e nunca vistas antes, o compositor e cantor paulistano, que faleceu em 1982, é redescoberto pelo público.

GRADE DE HORÁRIOS
23 a 29 de janeiro de 2020

23 de janeiro (quinta-feira)
14h – O Farol
16h – Bellatrix
18h – Synonymes
20h10 – Antologia da Cidade Fantasma

24 de janeiro (sexta-feira)
14h – O Farol
16h – Antologia da Cidade Fantasma
18h – Synonymes
20h – Satyricon de Fellini + debate

25 de janeiro (sábado)
14h – O Farol
16h – Sessão Vagalume: Matilda
18h – Synonymes
20h10 – Antologia da Cidade Fantasma

26 de janeiro (domingo)
14h – O Farol
16h – Sessão Vagalume: Matilda
18h – Synonymes
20h10 – Antologia da Cidade Fantasma

28 de janeiro (terça-feira)
14h – O Farol
16h – Bellatrix
17h – Synonymes
19h30 – Adoniran – Meu Nome é João Rubinato + debate

29 de janeiro (quarta-feira)
14h – O Farol
16h – Bellatrix
18h – Synonymes
20h10 – Antologia da Cidade Fantasma

Nenhum comentário: