Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Cine Dica: Spaghetti Western



Apresentação

Em certo momento do século passado, o Cinema europeu vivenciou um acontecimento surpreendente. Jovens cineastas italianos, entre eles Sergio Leone e Sergio Corbucci, ousaram apresentar a sua visão do mais americano de todos os gêneros: o Western.


Na Alemanha, na Espanha e até mesmo na Itália, durante os primeiros anos da década de 1960, as tentativas de emular o Velho Oeste haviam fracassado pela falta de personalidade própria. Mas Leone, Corbucci e outros grandes nomes, imprimiram sua marca inserindo no Western a turbulência cultural que sacudiu o mundo naquele período. Saem de cena as caravanas de pioneiros, mocinhos e bandidos, em uma clara divisão entre o bem e o mal, para dar lugar à brutalidade, à ganância e à ambiguidade que não distingue heróis e vilões.


O termo "spaghetti western", que revelava originalmente um caráter depreciativo, foi criado pela crítica estrangeira que considerava estas produções inferiores aos genuínos westerns norte-americanos. Grande parte dos filmes foram feitos com orçamentos muito baixos, no entanto, ainda assim, inovaram por sua estética e linguagem que definitivamente renovaram um gênero então em decadência nos Estados Unidos, terra natal dos "filmes de caubói".


Objetivos

O curso Era Uma Vez o Spaghetti Western, ministrado por César Almeida, tem como objetivo analisar, divulgar, valorizar e retomar o debate sobre este influente ciclo produzido na Itália (também chamado de "Bang Bang à italiana" no Brasil). Este peculiar subgênero do Western cinematográfico que tanto revolucionou a Sétima Arte nas décadas de 1960 e 1970 e que, em sua época, foi praticamente ignorado pela crítica especializada, está sendo redescoberto pelas novas gerações através da obra de cineastas como Quentin Tarantino e Robert Rodriguez.    



Conteúdos

Aula 1

1) Breve história do Western
.
2) O Western e a Europa: da turnê europeia de Buffalo Bill ao sucesso nos cinemas.
3) O começo dos anos 1960: as incursões alemãs, espanholas e italianas no Western até a explosão provocada por Sergio Leone e seu Por um Punhado de Dólares.
4) 1964-1968: a ascensão e o auge do gênero com o surgimento de personagens simbólicos como Django, Ringo e Sartana. Destaca-se o impacto do Western político e os confrontos com a censura em vários países.



Aula 2

1) 1968-1972:
 continua o sucesso comercial, mas os primeiros sinais de desgaste começam a aparecer. A comédia passa a ocupar o maior destaque no começo dos anos 1970 com a série Trinity.
2) 1972-1979: a decadência criativa e comercial do Western na Itália, que também originou alguns grandes filmes abordando uma estética mais sombria e pessimista, como o clássico tardio Keoma.
3) 1979 até os dias atuais: os últimos suspiros do gênero até as homenagens e projetos da atualidade.
4) Curiosidades.

Ministrante: CÉSAR ALMEIDA
Publica artigos sobre cinema desde 2008. Lançou, em 2010, o livro "Cemitério Perdido dos Filmes B", que compila 120 resenhas de sua autoria. Em 2012, organizou "Cemitério Perdido dos Filmes B: Exploitation" com textos próprios e de outros 11 críticos de cinema. Escreve ficção, com o pseudônimo Cesar Alcázar, e atua como editor e tradutor. Já ministrou para a Cine UM os cursos Mestres e Dragões: A Era de Ouro das Artes Marciais no Cinema; Sam Peckinpah – Rebelde ImplacávelBlaxploitation – O Cinema Negro Americano dos Anos 70 e Zumbis no Cinema – Eterno Retorno.


Curso
ERA UMA VEZ O SPAGHETTI WESTERN
de César Almeida

DATAS: 14 e 15  / Maio (sábado e domingo)
HORÁRIO: 15h às 18h
DURAÇÃO: 2 encontros (6 horas / aula)
LOCAL: Santander Cultural
(Rua Sete de Setembro, 1028 - Porto Alegre - RS)
INVESTIMENTO: R$ 80,00
(Valor promocional de R$ 70,00 para as primeiras 10 inscrições por depósito bancário)
FORMAS DE PAGAMENTO: Depósito bancário / Cartão de Crédito (PagSeguro)
MATERIAL: Certificado de participação e Apostila (arquivo em PDF)

INFORMAÇÕES
cineum@cineum.com.br / Fone: (51) 9320-2714

Santander Cultural

PARCERIA
Espaço Vídeo

Caso não queira mais receber nossas informações basta responder a este e-mail colocando no assunto: Retirar
Esta mensagem é enviada de acordo com a nova legislação sobre correio eletrônico, Seção 301, Parágrafo (a) (2) (c) Decreto S.1618, Título Terceiro aprovado pelo 105º Congresso Base das Normativas Internacionais sobre "SPAM".
Este e-mail não poderá ser considerado SPAM quando inclui uma forma de ser removido.
--
Cine UM
Produtora Cultural

Nenhum comentário: