Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Cine Dica: Em DVD e Blu-Ray: RUBY SPARKS - A NAMORADA PERFEITA



Sinopse: O romancista Calvin (Paul Dano) sofre com perturbador bloqueio criativo que atrapalha o desenvolvimento de seu último livro. Com problemas também em sua vida pessoal, começa a criar uma personagem feminina poderia se apaixonar por ele. Daí nasce Ruby Sparks (Zoe Kazan), que inicialmente é uma personagem dentro de uma história, mas que pouco depois ganha vida e passa a conviver e se relacionar com Calvin pessoalmente.

A trama lembra em alguns momentos, elementos de outros filmes como Mais Estranho que Ficção e até mesmo Mulher Invisível, mas o filme dirigido pelos cineastas independentes Jonathan Dayton e Valerie Faris (Pequena Miss Sunchine) fala por si. Isso muito se deve graças ao engenhoso roteiro escrito pela roteirista Zoe Kazan, que alias, atua no filme como a namorada perfeita do protagonista. Misturando elementos com absurdo e a realidade, a trama nos brinda com uma situação em que todos já nos paramos para nos perguntar: e se pudéssemos criar uma relação amorosa perfeita e de nossa maneira?
O que a primeira vista poderia ser um presente dos céus, acaba se tornando aos poucos um martírio para o protagonista (Paul Dano), que se a principio teve o seu sonho realizado de fazer o que bem entender com a sua namorada que criou no papel, por outro lado se da conta que não se pode criar uma relação da sua maneira e que os altos e baixos de um casal devem sim coexistir junto com os momentos de felicidades, mesmo quando aqueles nunca vêem. Curiosamente, o que poderia desenrolar para uma comedia romântica comum, o ato final acaba trazendo momentos dignos de nota, nos quais se cria até mesmo tensão para o espectador que assiste      
Embora oscile para momentos finais um tanto que previsíveis, é de se tirar o chapéu para um filme, que nos faz a gente se identificar rapidamente com o casal de protagonistas. Pois embora tenha momentos do gênero fantástico, nos também passamos por relações amorosas como essa, mesmo sem o poder de fazer o que bem entender com elas.         

Me Sigam no Facebook e Twitter: 

Nenhum comentário: