Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Cine Dicas: Em Cartaz: ATIVIDADE PARANORMAL

Unindo simplicidade com sustos nos momentos certos, filme prova que A Bruxa de Blair não foi um sucesso isolado.

Sinopse

Atividade Paranormal conta a história de Katie e Micah, um jovem casal que ao se mudar para uma nova casa, passam a ser perturbados por uma estranha presença. O "visitante" pode ou não ser demoníaco, mas uma coisa é certa: está ali e é ativo especialmente durante a noite, enquanto eles dormem. Ou tentam...
A presença parece mais preocupada com Katie, uma estudante que se sempre se sentiu assombrada, de uma forma ou de outra. Seu namorado, Micah fica fascinado com a possibilidade de descobrir qualquer coisa que possa sobre o fenômeno.
Então, ele gasta uma fortuna numa câmera de última geração, com alta definição, e a coloca no pé da cama, para captar qualquer evidência. Isso provoca uma onda de atividades paranormais, levando Katie a concluir que a presença não gostou disso.
Com o passar das noites, a quantidade de fitas gravadas só cresce, assim como Katie fica cada vez mais distante e a fascinação de Micah se torna obsessão.
Micah se transformou num cineasta por necessidade, mas isso foi crescendo, tomando dimensões maiores dentro dele. E, se vendo como um homem defendendo sua casa, decide produzir um documentário inovador. Afinal, ele está testemunhando noite após noite, segundo a segundo, quadro a quadro, o que acontece com sua parceira.
As fitas originais se encontram registradas como prova no Departamento de Polícia de San Diego.


Em 1999 a internet ainda estava engatinhando pelo mundo, mas dava para sentir que essa seria a ferramenta do século 21 com relação a meios de comunicação em geral.
Sabendo disso com antecedência, os diretores Daniel Myrick , Eduardo Sánchez com apenas 130 mil dólares no bolso criarão a historia de três jovens que em 1994 se perdem ao fazerem um documentário sobre uma possível bruxa que vivia na floresta. O legal que os criadores venderam a historia como se fosse real pela internet, além de um documentário que foi lançado na TV americana dias antes do lançamento do filme fortalecendo isso. O resultado é que o publico em massa foi conferir o filme e acabou se tornando uma das produções mais bem sucedidas da historia do cinema, por unir simplicidade, toques de suspense na medida certa e souberam vender o seu peixe ao publico.
Anos mais tarde não faltou filmes parecidos como Clodefild e REC que apesar de suas qualidades, já eram filmes com orçamentos mais generosos portanto diferentes do filme de 99, o que chegamos a finalmente a Atividade Paranormal. Dirigido pelo estreante Oren Peli, o cara simplesmente juntou apenas 11mil dólares e com ajuda de amigos rodou o filme em uma semana. Passou por festivais em 2007 até ser comprado pela Paramont (cortesia de Steven Spielberg que adorou o filme) para distribuir o filme para o grande publico. Resultado? Mais de R$100 milhões de dólares na caixa em poucas semanas. Assim como A Bruxa de Blair os criadores até que tentaram vender o filme como uma historia realmente real mas desta vez com a agilidade da internet hoje em dia ficou fácil saber que tudo era de mentirinha mas esquecendo esse ponto o filme cumpre com louvor o seu objetivo, amarrar o espectador do começo ao fim numa trama simples mas assustadora, pois a teoria que o mais assustador é o que não se vê ainda é valida até hoje, funcionou no passado em filmes com Tubarão, funciona ainda agora neste filme.
Os atores Katie Featherston e Micah Sloat que fazem o casal central da trama cumprem os seus papeis neste tipo de filme, que apesar de não serem bons atores eles acabam se encaixando bem na película por serem totalmente desconhecidos para o grande publico o que faz da trama algo mais real para os olhos do espectador, principalmente para aqueles que acreditam que a historia é real, potanto no inicio quando eles conversam, brincam e fazem até piadas soa bem real, mas a medida que a trama vai rolando o humor e simpatia do casal da lugar a medo, brigas e caos, um verdadeiro jogo psicológico e sobrenatural em meio a barulhos, coisas se movendo na casa, possessões e um final arrepiante digno de nota.
Muitos vão torcer o nariz e dizer que essa cena e tal já viu em outros filmes mas eu sou a favor do cinema barato, do cinema imaginativo e cheio de criatividade e se tais cenas já viram em outros filmes, elas aqui foram feitas com o mínimo possível, feito somente com criatividade e boa vontade e amor ao cinema.
Em tempos que cada vez mais a filmes com orçamentos inchados o que resulta em fracassos por não recuperar o dinheiro investido, Atividade Paranormal é uma prova que não é o orçamento de um filme que será o caminho do sucesso mas a simplesmente a criatividade e amor pela sétima arte.

Nenhum comentário: