Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Cine Classico: Floresta Petrificada

Sinopse: Um escritor falhado vagueia pelo deserto e entra num café onde encontra uma jovem sonhadora por quem se vai apaixonar. Entretanto, um famoso criminoso anda fugido à polícia e refugia-se no café. O encontro vai alterar o curso das vidas de todos.
Dirigido por Archie Mayo, o filme é baseado na peça teatral de Robert Sherwood. Sendo assim, a produção não esconde suas origens e toda a ação se passa dentro do bar e com isso aumenta a tenção a cada minuto que passa, com os personagens se despindo-se psicologicamente. Embora simples, não a como deixar de se enfeitiçar pela carisma de cada um dos personagens, principalmente pelo vilão da trama interpretado com intensidade por Humphrey Bogart, talvez, o melhor personagem de sua carreira. O filme foi lançado numa época que o estúdio Warner lançava bastante filmes de gângster, embora a trama carregue bastante elementos do gênero noir. Um belo retrato da época decadente que os EUA estavam passando no tempo da Depressão.

Curiosidade: Com um orçamento de 500 mil dólares, A Floresta Petrificada demorou apenas dois meses a ser filmado (o filme tem praticamente um único cenário) e estreou em Fevereiro de 1936 nos Estados Unidos

Um comentário:

ANTONIO NAHUD disse...

Não é o melhor personagem de Bogart. Ele fez outros bem mais interessantes. Mas foi o seu primeiro sucesso. O filme é bastante simpático e o elenco de primeira qualidade, mas não esconde sua origem teatral.
Abraços,

www.ofalcaomaltes.blogspot.com