Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Cine Classico: Rocco e seus Irmãos

CINQUENTA ANOS DEPOIS, OBRA PRIMA ITALIANA CONTINUA MAIS ATUAL DO QUE NUNCA.
Sinopse: Rosaria se muda para Milão com seus quatro filhos, entre eles Rocco. O quinto filho, Vincenzo, já vive na cidade. O filme mostra como, aos poucos, todos vão se acertando em suas novas vidas na nova cidade. Considerada a obra-prima máxima de Luchino Visconti.

O filme pertence à chamada estética neo-realista, que o próprio Visconti trabalhou em filmes como Bellissima (1951), La terra trema (1950) e Ossessione (1943). Magistral pelo poder envolvente das imagens, pelo brilho das interpretações fortes, pela extrema competência da direção e pela inteligência da historia e dos diálogos fortes e envolventes. Um dos mais belos poemas do cinema sobre sonhos perdidos que não voltam mais devido a escolhas erradas
Difícil dizer qual a melhor cena, mas com certeza talvez seja o embate entre irmãos, duro de se assistir e inesquecível, que fica na mente da pessoa após assistir, pois se trata de uma seqüência nua, crua e realista.

Curiosidade: Vencedor do Prêmio Especial do Júri de Veneza

:

Nenhum comentário: