Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Cine Especial: Clássicos Disney: PINÓQUIO

Dia oito de dezembro chega as lojas a versão em DVD e Blu-Ray da edição especial de Fantasia a obra máxima de Al Disney. E enquanto o filme não vem, publico curte aqui, matérias de cada um dos clássicos que surgiram ao longo dos anos no estúdio.
SINOPSE: A eterna história do boneco de madeira e seu gentil criador, o marceneiro Gepetto. Durante uma mágica noite estrelada, uma fada azul dá vida a Pinóquio, começando uma fantástica aventura que vai testar a coragem, a lealdade e a honestidade do boneco, virtudes que ele tem que aprender para se tornar um menino de verdade.

Inspirado no livro do italiano Carlo Collodi, essa é o segundo longa metragem de Disney na época, ou seja, o filme que foi lançado após o mega sucesso de Branca de Neve. Mas por sorte, Pinóquio não ficou atrás, pois é um fascinante conto de fadas que não deveu em nada ao filme anterior, muito pelo contrario, a trama faz uma referencia a inocência perante a maldade do mundo, inocência essa retratada em Pinóquio, mas que mesmo com toda a sua inocência não esconde o defeito de mentir e com isso seu nariz cresce.
Sua consciência é retratada na forma do Grilo falante que o guia sempre para o caminho certo, mas em meio a isso enfrentara vilões ambiciosos e a monstruosidade de uma baleia, além de claro sua busca em tentar ser um menino de verdade.

Curiosidades: Walt Disney participou de todos os aspectos da produção, especialmente a história. Um problema enfrentado durante a produção foi que os personagens de Pinóquio não tinham o mesmo charme e carisma dos personagens de Branca de Neve e os sete anões, e que o protagonista não era forte o bastante para carregar a história. Depois de seis meses, Disney resolveu parar a produção para resolver o problema, pois ele percebeu que novos elementos tinham que ser adicionados. Como resultado, surgiu o Grilo Falante, a consciência de Pinóquio que ajudaria a guiar o filme ao lado do boneco de madeira.
Pinóquio teve um orçamento tão alto que o filme perdeu dinheiro em sua estréia original. Parte do fracasso em sua bilheteria inicial foi o estouro da Segunda Guerra na Europa, pois cerca de 45% da renda de Disney vinha do exterior. O filme conseguiu se recuperar com os relançamentos ao longo dos anos, e hoje é um dos filmes animados de maior sucesso do estúdio.

Nenhum comentário: