Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 29 de junho de 2010

CINE ESPECIAL: O MUNDO DE CREPÚSCULO, O MUNDO DOS VAMPIROS (29 06 10)

Como muitos estão sabendo, chegara amanhã Eclipse, terceira parte da saga  Crepúsculo que virou mania sem precedentes entre os jovens que curtem uma historia de amor, mundo dos vampiros e que acabou gerando outros filmes, series de tv e entre outros.
Com isso,  apartir de hoje falarei de outros filmes de vampiros que vale a pena uma conferida e ver que de sangue sugas não se vive apenas de vampiros bonitinhos. Contudo começo essa sessão falando do dois primeiros filmes de CREPÚSCULO, principalmente para aqueles que não assistiram ainda, (o que eu acho muito dificiel). NOTA: As minhas criticas abaixo são da época que assisti os filmes no cinema.

CREPÚSCULO
sinopse: Isabela Swan vai morar com seu pai em uma nova cidade, depois que sua mãe decide casar-se novamente. No colégio, ela fica fascinada por Edward Cullen, um garoto que esconde um segredo obscuro, conhecido apenas por sua família. Eles se apaixonam, mas Edward sabe que quanto mais avançam no relacionamento, mas ele está colocando Bella e aqueles à sua volta em perigo. Quando ela descobre que Edward é, na verdade, um vampiro, ela age contra todas as expectativas e não tem medo da sede de sangue de seu grande amor, mesmo sabendo que ele pode matá-la a qualquer momento.
Já vou adiantando, quem não leu o livro ainda não leia, vá ler depois de assistir ao filme, pois já adianto que o livro é muito melhor que a propia película, não que a versão cinematográfica seja ruim, pelo contrario, o caso que tenho uma experiência frustrante com relação ao Código da Vinci. Eu havia lido o livro antes mesmo de assistir ao filme e esperava fidelidade de ponta a ponta da película o que não aconteceu, mas diferente daquele filme que era muito ruim, Crepúsculo é um otimo filme se não comparado a sua obra de origem, portanto para aqueles que não leram o livro ainda, vão sem medo, assistir numa boa, agora quem já leu o livro vai se preparando, para se contorcer um pouco na poltrona pelas diferenças e alguma falta de cena, como diz o ditado, livro é livro, filme é filme, mas diferente do Código da Vinci o filme terá vida propia ao longo do tempo com ou sem livro, portanto o vale o ingresso.


LUA NOVA:
FILME AUMENTA NOS ACERTOS E DIMINUI NOS ERROS SE COMPARADO AO FILME ANTERIOR
sinopse: Ao completar 18 anos, Bella Swan é surpreendida com uma festa de aniversário preparada por Edward Cullen e todos os outros membros de seu clã, porém, um fato inesperado surge em meio a muitas comemorações. Por descuido, Bella corta uma pequena parte de seu corpo e seu sangue começa a ficar completamente à mostra para todos os vampiros.
A partir daí, e também com o intuito de protegê-la, Edward decide mudar de cidade com sua família. Imediatamente Edward diz a Bella que não a ama mais e que a partir daquele momento ela deveria seguir o seu caminho sozinha.
Os meses passaram e Bella, muito abatida, aproximou-se ainda mais de Jacob Black. Os dois começaram a viver uma grande amizade, mas até aquele momento o segredo de Jacob ainda não havia sido revelado a Bella. A garota descobriu toda a verdade após ocorrer alguns incidentes envolvendo o jovem lobisomem. Bella também se vê no meio da batalha entre vampiros, lobisomens e Victoria
Assisti esse filme neste final de semana e esperava realmente um enorme grupo de jovens (na maioria garotas) para assistir a essa trama que dava continuidade ao filme anterior Crepúsculo mas jamais imaginava que tinha tantos e que gritariam dentro da sala de cinema, fazendo do filme um verdadeiro evento.
Mas porque tudo isso? O que as garotas vêem nesta historia? Simples, o que elas realmente esperam. Tanto esse como o anterior não tinha nada de inovador, é mesma historia de amor proibido de diversos outros filmes, livros e etc mas com uma pequena diferença, os protagonistas são especiais, saídos de contos sombrios cujo os quais fascinam não importa qual a geração.
Sabendo disso a escritora Stephenie Meyer juntou dois mais dois e criou um dos livros mais vendidos no momento em que o jovem soube se identificar com esses personagens que por mais que fantásticos que sejam poderiam ser muito bem o seu melhor amigo(a) ou seu namorado(a).
Claro que por causa dessa onda, o cinema não ia deixar de fazer uma adaptação que com isso foi lançado no cinema o primeiro capitulo, que apesar dos seus problemas na direção, atraiu milhares de jovens que leram o livro anteriormente. E eis que chegamos a Lua Nova, dirigido por Chris Weitz (A Bússola de Ouro) que da continuidade a historia aonde parou, dando continuidade ao amor impossível e começando um triangulo amoroso que anteriormente era apenas suspeito.
O elenco continua o mesmo mas melhorado, Chris Weitz conseguiu extrair o melhor que se tinha em cada um dos atores, até mesmo Edward Cullen que ainda acho um jovem ator inexpressivo mas que pelo jeito as jovens pouco se importam com isso, porque só era ele aparecer em cena que elas gritavam. Quem se da melhor é Jacob Black que aqui mostra um bom desempenho em momentos tanto românticos como também de tensão e que chega a um ponto de roubar a cena nas suas cenas em que se transforma em um lobo, mas continuo vendo Kristen Stewart como a verdadeira alma de toda a trama, sendo ela gente como agente ela acaba nos levando a esse mundo louco com seres bizarros e românticos e mesmo assim não abandona suas atitudes imprudentes de toda jovem normal que se vê hoje em dia, vista pela primeira vez no filme O Quarto do Pânico, Kristen ainda vai longe.
Por fim na parte da direção, Chris Weits soube separar, drama, romance e ação nos momentos certos da película e convenhamos, as cenas de ação são muito bem melhores que o filme anterior (principalmente no ato final com a participação da talentosa Dakota Fanning), e não da para esquecer o prólogo do sonho de Bella, simplesmente único, e que da um belo resumo de sua situação com relação a sua paixão pelo vampiro. Mesmo assim o filme sempre cai no óbvio quando é relação as cenas românticas onde as frases de juras de amor se repetem a todo momento, mas tanto a escritora como a própria diretora sabiam que as meninas apaixonadas adorariam isso, nos os críticos mais exigentes é que ficamos esperando juras de amor melhores
Deixando um gancho e tanto para o próximo filme, Lua Nova é sem duvida nenhuma uma melhorada nesta saga que pegou os jovens de vez. Pode não ser nenhuma maravilha do mundo mas não ofende também muito a inteligência de ninguém, quem sabe nos próximos capítulos os filmes vão melhorando ainda mais, pois afinal de contas aprendemos com os nossos erros


Um comentário:

Cristiano Contreiras disse...

Muito bom teu blog e parabéns!

Gosto e aprecio a saga...eu gostei do crescimento - Eclipse é o melhor da saga, fato. Bem fiel ao livro e muito bem concebido, mas confesso que, talvez por admirar mais o segundo livro, tenha preferido Lua Nova.

Vou seguir teu blog e linkei ao meu, abraço!