Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Cine Clássicos: Especial: Heróis nas Telas: MIB

OBSCURA HQ GEROU A SALVAÇÃO EM TERMOS DE ORIGINALIDADE EM 97
Sinopse: James Edwards (Will Smith) é um novato em uma agência intergalática de monitoramento de Aliens na Terra. Ele trabalha com o veterano K (Tommy Lee Jones) e, juntos, devem impedir que um terrorista espacial assassine dois importantes líderes de galáxias rivais para que, com isso, a Terra seja destruída.
Quando muita gente achava que já havia se decepcionado o suficiente com as bombas de Mundo Perdido e Batman e Robin em 1997, eis que surge Homens de Preto (MIB), uma divertida ficção cientifica em que se levantava a teoria de que existia uma organização secreta que não permitia que os seres humanos descobrissem que realmente existiam extra terrestres entre nós. 
Dirigido por  Barry Sonnenfeld (Familia Adans) o filme reúne uma dupla inucitada, juntando seriedade de Tommy Lee Jones (O Fugitivo) com o lado do humor e diversão de Will Smith (Bad Boys), o resultado é uma das melhores duplas dos anos 90 e mesmo com as diferenças, os dois tinham uma boa química em cena. Bons efeitos visuais e de maquiagem (premiado pela academia), gerou milhões de bilheteria e rendeu uma continuação mediana, mas nada que impeça que os Homens de Preto surgem novamente em breve nos cinemas. 

Curiosidades:: A música-tema que aparece ao término de Homens de Preto apareceu pela primeira vez em um filme em Quero Ser Grande (1988), na cena em que Elizabeth Perkins chega ao apartamento de Tom Hanks.
Nos créditos finais de Homens de Preto, aparece uma frase avisando que os animais e aliens que aparecem no filme não foram mal-tratados durante as filmagens.

 

Nenhum comentário: