Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 4 de março de 2010

Cine Curiosidades: Especial Oscar 2010: OS MAIORES INJUSTIÇADOS DA HISTORIA PARTE 2

Voltando a falar sobre os injustiçados no Oscar vamos agora falar sobre grandes diretores do cinema mas que infelizmente não viram a careca dourada em suas mãos de melhor diretor, confiram:


Alfred Hitchcock
Difícil de acreditar né, mas um dos maiores gênios do cinema jamais ganhou o Oscar de melhor diretor, por pouco ele não consegue no seu filme de estréia nos EUA com Rebecca: A Mulher Inesquecível mas não levou. Houve outras vezes com os seus Janela Indiscreta e Psicose mas não conseguiu. O diretor só foi ganhar pela academia o prêmio Prêmio Irving Thalberg da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood pelo conjunto de sua obra.



Stanley Kubrick
Outro gênio que foi totalmente esnobado pela academia. Stanley concorreu para melhor diretor por Dr Fantástico (1964), 2001: Uma Odisséia no Espaço (!968), Laranja Mecânica (1971) e Barry Lyndon (1976) mas não levou. Somente com 2001 ele levou o Oscar mas na categoria de efeitos visuais, pouco para um gênio que ainda hoje é lembrado pelo publico e cineastas.


Orson Wells
Eis o diretor responsável por criar a maior obra prima do cinema segundo inúmeros críticos no mundo, mas na época Wells levou somente o Oscar de melhor roteiro. De Oscar de melhor diretor foi um sonho que se tornou cada vez mais distante principalmente quando começou a entrar em decadência.



Charles Chaplin
Se for para escolher um símbolo que representasse o cinema como um todo esse seria Charles Chaplin. Diretor, ator, escritor e produtor, Chaplin foi um gênio que jamais desapontou tanto na frente como atrás das câmeras como seus filmes O Garoto e O Grande Ditador, mas a academia jamais o premiou quando estava no auge da criatividade. Foi somente em 1972, 20 anos após ter tido seu visto americano confiscado, Chaplin foi convidado a voltar aos Estados Unidos para receber um Prêmio Honorário, na cerimônia de entrega do Oscar, por suas contribuições à indústria cinematográfica. Na premiação, Chaplin recebeu a maior ovação de toda a história do Oscar, mais do que justo mesmo que tardio.



David Lynch
Talvez um dos mais inventivos diretores americanos atuais. David Lynch sempre criou filmes com tramas bizarras com historias não lineares que faz a pessoa se perguntar o que está assistindo realmente. Somente com O Homem Elefante e Uma Historia Real que o diretor tenha sido mais compreendido mas foi nos seus filmes mais incompreensíveis como Cidade dos Sonhos e Império dos Sonhos que o diretor conseguiu tamanho reconhecimento e admiração pelo publico e critica, mas não foi o suficiente ainda para convencer os membros da academia



Quentin Tarantino
Responsável pelo melhor filme da década de 90 (Pulp Fiction) Tarantino levou somente na época o Oscar de melhor roteiro Original, também pudera, seu filme bateu de frente com outro ótimo exemplar dos anos 90, Forrest Gump. Mas agora dia 07 quem sabe Tarantino não consiga finalmente o seu tão sonhado Oscar de melhor diretor com o seu Bastardos Inglórios.

Nenhum comentário: