Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

domingo, 7 de março de 2010

Cine Curiosidades: OSCAR 2010: OS MAIORES INJUSTIÇADOS DA HISTORIA PARTE 4

Faltando poucas horas para a cerimonia do Oscar, não poderia deixar de fechar esse especial que eu fiz falando dos injustiçados dessa premiação e fechando com chave de ouro vamos aos atores inesqueciveis mas que sofreram nas mãos dos membros da academia.

 Charles Chaplin

Símbolo absoluto do cinema, Charles era não só um gênio na direção mas também um ator que sabia como ninguém transmitir todos os sentimentos que tinha para passar, numa época que o cinema era calado mas que falava pelos gestos dos atores e Charles era gênio nisso como ninguém. Contudo foi em O Grande Ditador que Charles soltou a voz numa cena fantástica que foi um verdadeiro ato de protesto, não só contra os nazistas durante a segunda guerra mas também contra todos que insistiam nas guerras, algo a frente do seu tempo e que deixou muita gente irritada mas foi o suficiente para entrar para historia. Papeis como Monsieur Verdoux e Luzes da Ribalta eram mais do que motivos para Charles receber um Oscar que como ator mas que nunca recebeu, contudo um Oscar Honorário de Chaplin veio em 1972, e foi pelo "efeito incalculável que ele teve em tornar os filmes a forma de arte deste século". Ele saiu de seu exílio para receber esse prêmio, e recebeu a mais longa ovação em pé da história do Oscar, com uma duração total de cinco minutos. Chaplin também aproveitou seu breve e triunfante retorno aos Estados Unidos para discutir como seus filmes seriam relançados e comercializados.


ORSON WELLES

Orson não só merecia ter ganhado Oscar de melhor filme e diretor por sua obra prima Cidadão Kane, como também de melhor ator, pois seu personagem o multimilionário Kane transmitia toda a dor de um homem que tinha tudo e nada.



Cary Grant
Ator predileto de muitas mulheres dos anos dourados do cinema. Recebeu 2 indicações ao Oscar de Melhor Ator mas não levou. Ganhou um Oscar honorário, em 1970.


Christopher Plummer
Fazendo parte de um maravilhoso clássico como Noviça Rebelde e épicos como A Queda do Império Romano, Christopher tinha todos os requisitos para ter ganhado um Oscar a muito tempo mas somente agora, aos oitenta anos, que ele está ganhando sua primeira indicação, como ator Coadjuvante por The Last Station, mas com serteza ira perder pelo favorito Christoph Waltz, por Bastardos Inglórios.



Malcolm McDowell
Dono de um olhar psicótico e alta carga de interpretação Malcolm inexplicavelmente não foi indicado ao papel de sua vida que foi Alex DeLarge de "Laranja Mecânica” alguém da para explicar isso??


John Travolta
Ícone de toda uma geração que foi nos anos 70, John Travolta sem sombra de duvida se tornou o que se tornou ao estrelar Os Embalos de Sábado a Noite, filme que o elevou ao patamar de astro e lhe garantiu sua primeira indicação ao Oscar. Contudo o ator parecia ficar preso a esse gênero de filme musical. Ele atuou em outro grande sucesso, Os Tempos da Brilhantina, mas apartir dos anos 80 Travolta não conseguiu manter o equilíbrio de qualidade na carreira. Foi somente em 94 com ajuda de Quentin Tarantino que o ator voltou a ter o prestigio que merece em Pulb Fiction e obteve sua segunda indicação mas novamente perdeu, desta vez por Tom Hanks em Forrest Gump. Outra oportunidade futura? Quem sabe.


Ed Harris

Esse é sempre sinônimo de qualidade. Harris se tornou isso ao atuar somente como coadjuvaste mas que acaba sempre roubando a cena, prova disso são em filmes como Apollo 13 e Show de Thurman em que ambos ele foi indicado ao Oscar, contudo em Poloock ele provou que tinha qualidades de sobra em ser protagonista de um filme e novamente foi indicado mas perdeu para um certo gladiador. Ed Harris é uma das típicas vitimas dos membros da academia em sempre em adiar um Oscar para uma determinada pessoa, Morgam Freman que o diga.



Willem Dafoe
Sempre versátil, Dafoe já fez de tudo um pouco, de Soldado(Platoon), policial(Mississipi em Chamas), Jesus(A Ultima tentação de Cristo) e vampiro(A Sombra do Vampiro). Recentemente foi protagonista de um dos filmes mais polêmicos do ano que foi o Anticristo e ao mesmo tempo gosta de se aventurar em filmes para toda a família como Homem Aranha, mas apesar de tudo isso ganhou até hoje somente duas indicações ao Oscar (Mississipi em Chamas e A Sombra do Vampiro) e não levou nenhuma das duas, só resta torcer que os membros se dêem conta do erro que estão cometendo.

Jim Carrey

Toda uma geração sempre o lembrara em papeis cômicos e super engraçados como o Mascara e Débiy Loyde, contudo Carrey queria ir mais longe e provou que tinha talento em gêneros como drama, como Show de Thurman, O Mundo de Andy e Brilho Eterno de Uma Mente sem Lembranças, mas pelo visto os membros da academia ainda não se convenceram e jamais lhe deram nenhuma indicação.


Johnny Depp

Os membros da academia descobriram tarde esse cameleão que já vinha vindo de sucessos de publico e critica como Gilbert Gripe, Don Ruan, e parcerias que ator teve com o diretor Tim Burton em filmes como Ed Wood.
Mas foi apartir de Piratas do Caribe que finalmente teve seu merecido reconhecimento em indicações ao Oscar. Depois dessa indicação vieram Em Busca da Terra do Nunca e no extraordinário Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet onde tanto atuava como cantava de maneira sublime mas deu de cara com Daniel Day-Lewis em Sangue Negro, mas haverá próximas vezes.

Nenhum comentário: