Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Cine Clássicos Faroestes: No Tempo das Diligências

CLASSICO ABSOLUTO DO CINEMA, POSSUI AINDA HOJE IMAGENS INESQUECIVEIS  

Sinopse:
Nove pessoas são obrigadas a embarcar em uma perigosa diligência através do Arizona, cada um com seu motivo pessoal para realizar tal viagem. Lotado de clássicas cenas do western, desde combates com índios até duelos na cidade.


Clássico absoluto do faroeste, estreou justamente no ano da época de ouro do cinema (1939). Um dos mais gêniais trabalhos de  John Ford que apartir desse se tornou o mestre dos filmes de faroeste e o primeiro grande sucesso da carreira de  John Wayne que aqui apresentado numa cena inesquecivel onde o diretor faz um otimo close do ator, uma cena inesquecivel assim como o filme como um todo. 

Curiosidades:
Orson Welles disse que assistiu No Tempo das Diligências mais de 40 vezes, antes de produzir sua obra-prima, Cidadão Kane, em 1940.

Akira Kurosawa afirmou que Stagecoach era um de seus filmes favoritos e o influenciou quando fez os Sete Samurais (Shichinin no samurai) em 1954.

Nenhum comentário: