Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Cine Dica: Em DVD e Blu-Ray: PARA ROMA, COM AMOR


Sinopse: O longa é dividido em quatro segmentos. Em um deles, um casal americano (Woody Allen e Judy Davis) viajam para Roma para conhecer a família do noivo de sua filha. Outra história envolve Leopoldo (Roberto Benigni), um homem comum que é confundido com uma estrela de cinema. Um terceiro episódio retrata um arquiteto da Califórnia (Alec Baldwin) que visita a Itália com um grupo de amigos. Por último, temos dois jovens recém-casados que se perdem pelas confusas ruas de Roma.

Pelo andar da carruagem, tão cedo Woody Allen não irá retornar para a sua amada Nova York, pois desde Match Point, o genial diretor vem fazendo inúmeros filmes no mundo a fora e bola da vez é Roma. Baseado no clássico "Decamerão", o filme acompanha inúmeras historias de pessoas sem nenhuma ligação uma com a outra, mas que passam por situações parecidas, desde há achar um novo rumo na vida, vidas amorosas em conflito, com direitos a teste de fidelidade e situações que beiram a surreais bem ao modo do diretor.
É claro que em todas as situações dos personagens são sempre as mesmas habituais que sempre nos vimos, desde os primeiros grandes sucessos do diretor, mas com um novo  revestimento e o que torna algo novo. Das inúmeras tramas, que mais lembram os velhos tempos de Allen é aquela que é protagonizada pelo próprio diretor, que embora seja um pouco esquecida na meia hora final, é uma das mais divertidas. E como sempre, quando  Wood Allen não está atuando em sua própria trama, sempre acha o seu alter ego a altura e a bola da vez é Roberto Benigni. Embora protagonize uma trama mais simples, acaba sendo uma das mais surreais, pois Benigni interpreta o típico sujeito que deseja uma vida normal, que de uma hora para outra vira tudo de cabeça para baixo, quando inexplicavelmente se torna famoso.
Com um elenco que inclui astros que já havia trabalho com o cineasta anteriormente como Penélope Cruz (mais linda e fogosa do que nunca), Para Roma, Com Amor pode não ter a mesma desenvoltura do seu filme anterior (Meia Noite em Paris), mas é uma prova de que o diretor neurótico está muito longe de fazer filmes que fiquem aquém de seu talento. A pergunta que fica é: Quando ele virá filmar no Brasil?


Me Sigam no Facebook e Twitter: 

2 comentários:

renatocinema disse...

Gosto pontualmente de W. Allen. Não sou fã número 1, porém, amo Rosa Purpura do Cairo e Meia Noite em Paris.

Peguei cópia hoje desse filme


Quem sabe não encontramos o diretor por aqui um dia. kkk

Abraços

Marcelo C,M disse...

O filme anterior era melhor, mas esse possui bons momentos para serem vistos.