Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Cine Dica: O Cinema de Quentin Tarantino

Inscrições abertas

.1º Curso Inédito de 2015.


Apresentação

Poucos cineastas são tão amados e odiados quanto Quentin Tarantino. Poucos cineastas têm uma trajetória tão meteórica quanto Quentin Tarantino. Poucos cineastas foram tão influentes para o cinema moderno que geraram imitadores e deram origem a um termo ("tarantinesco").


Laureado pelo sucesso de crítica e público do seu filme de estreia, Cães de Aluguel(1992), o até então desconhecido Tarantino foi catapultado para o sucesso e não tardou a se transformar num dos grandes diretores das últimas décadas. Seu segundo filme, Pulp Fiction (1994), mal estreou e já era considerado uma obra-prima, e nove em cada dez filmes produzidos nos anos 1990 tentavam imitar o estilo descolado e "cool" do novo "muso" do cinema independente.

Com o passar dos anos e dos filmes, Tarantino ao mesmo tempo irritou, pela superexposição, e atraiu, com seus filmes repletos de personagens e diálogos memoráveis e, claro, cenas sangrentas. Mas ao mesmo tempo em que amadurecia seu próprio estilo, o super-cinéfilo Quentin também criou aquilo que podemos chamar de um "cinema hiperlink", em que nomes de personagens, diálogos e situações remetem à própria filmografia do cineasta e a incontáveis outros filmes - alguns bem conhecidos, outros nem tanto (mas que fatalmente retornam à superfície quando são "homenageados" por Tarantino).

Destinado a fãs apaixonados de Quentin Tarantino e também a cinéfilos que querem aprender mais sobre o cinema pós-moderno do diretor (e sua criativa rede de referências e citações que muitos até consideram plágio), o curso oferecerá uma imersão completa na mitologia do realizador, sem esquecer dos diversos filmes e diretores que inspiraram o cineasta a realizar suas obras.


Objetivos
  
O objetivo do curso O Cinema Hiperlink de Quentin Tarantino, ministrado por Felipe M. Guerra, é propor uma análise profunda de todos os filmes escritos e dirigidos por Quentin Tarantino desde a sua malsucedida tentativa de fazer cinema pela primeira vez, com o inédito e nunca finalizado My Best Friend's Birthday(1987), até seu trabalho mais recente, o oscarizado Django Livre (2012). Seu novo longa-metragem, The Hateful Eight, tem lançamento previsto para 2015.


Cada título será abordado detalhadamente, com a exibição de cenas das obras de Tarantino e dos filmes que o inspiraram – pois uma coisa leva à outra, como se realmente existissem hiperlinks em que o espectador vai clicando para ser direcionado a outras "páginas". Também serão discutidas as conexões que os filmes do diretor têm entre si, como o retorno de personagens de um filme em outro, criando elos que revelam que as tramas se passam todas num mesmo "universo tarantinesco". Por fim, veremos também o ator Tarantino em ação nos filmes dos outros, numa faceta menos conhecida e celebrada do ídolo pop.


Temas

Aula 1

* O início de tudo (ou Breve história de Quentin Tarantino)
O sucesso repentino de Tarantino com o lançamento de Cães de Aluguel em 1992 deu origem à lenda urbana de que o jovem diretor teria saído nada (ou detrás do balcão de uma videolocadora) e estreado como diretor de cinema com elogios unânimes da crítica e do público. Mas a realidade é um pouco diferente e muito mais interessante. A infância de Quentin Tarantino como garoto-problema, filho de mãe solteira que cresceu odiando o pai e sonhando em ser ator. Seus empregos como lanterninha de cinema pornô e balconista de videolocadora. A primeira tentativa de fazer um filme em 1983 (Love Birds in Bondage). Sua participação como "limpador de cocô de cachorro" num vídeo de Dolph Lundgren e "imitador de Elvis" num episódio do seriado As Super Gatas. E, por fim, sua verdadeira estreia como diretor - esta fracassada - em My Best Friend's Birthday (1987).

* Os longas "oficiais" da primeira etapa da filmografia de Tarantino.
Uma jornada de Cães de Aluguel a Jackie Brown.

* Os roteiros filmados por outros realizadores.


Aula 2

* O fim de um ciclo (ou "Vou dar uma de Terrence Malick")
Os seis anos sem Tarantino entre Jackie Brown e Kill Bill, seu impacto no cinema da época, os principais imitadores (Joe Carnahan; Guy Ritchie; Gary Fedler; Danny Boyle e Larry Bishop) e as parcerias feitas e desfeitas entre o começo e a virada da década (Robert Rodriguez; Roger Avary; Allison Anders; Alexandre Rockwell e Scott Spiegel).

* A celebração e os sucessos de sua filmografia.
A segunda etapa da sua filmografia (a "retomada"), de Kill Bill a Django Livre.

* As experiências de Quentin Tarantino como ator.

Ministrante: FELIPE M. GUERRA

Jornalista e cineasta independente, apaixonado por Filmes B e obscuros do estilo que Quentin Tarantino adora homenagear em seus filmes. Escreveu textos e matérias para o site Boca do Inferno e criou um blog próprio (Filmes para Doidos) para escrever resenhas sobre o lado B do cinema mundial. Como cineasta independente, manifesta sua admiração pelo estilo tarantinesco. Dirigiu uma comédia confessadamente inspirada no trabalho do diretor (Patricia Gennice, 1998). Recentemente finalizou o curta-metragem O Estripador da Rua Augusta, estrelado por Monica Mattos. Já ministrou o curso "Slasher Movies: Virgens, Mascarados e Litros de Sangue" pela Cine UM.


Curso
O Cinema Hiperlink de Quentin Tarantino
de Felipe M. Guerra


DATA
14 e 15 / Março (sábado e domingo)
HORÁRIO
14h às 16h30
LOCAL
Santander Cultural
(Rua Sete de Setembro, 1028 - Porto Alegre - RS)

INVESTIMENTO
R$ 70,00
FORMAS DE PAGAMENTO
Depósito bancário / Cartão de Crédito (PagSeguro)
MATERIAL
Certificado de participação e Apostila (arquivo em PDF)
INFORMAÇÕES
cineum@cineum.com.br / Fone: (51) 9320-2714
Cine UM Produtora Cultural

PATROCÍNIO
Sapere Aude Livros
Editora Aleph

APOIO
Santander Cultural

PARCERIA
Espaço Vídeo
Rádio Putzgrila
Papo de Cinema

2 comentários:

mariana disse...

olá! qual seria o publico alvo do curso??

Marcelo Castro Moraes disse...

Para todos os públicos