Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Cine Dica: LISETTE GUERRA EXPÕE FOTOS SOBRE CUBA NA USINA DO GASÔMETRO


A Secretaria da Cultura de Porto Alegre, através da sua Coordenação de Cinema, Vídeo e Fotografia, inaugura no próximo dia 7 de agosto, às 19h, a exposição Cuba, da fotógrafa Lisette Guerra. A exposição reúne mais de 50 fotografias – realizadas ao longo de diversas viagens da fotógrafa gaúcha à ilha caribenha entre 2009 e 2013 – e acontece no segundo andar da Usina do Gasômetro, oferecendo ao público um registro das cores, belezas naturais, arquitetura, expressões culturais, gastronomia e principalmente do povo cubano, que, apesar das dificuldades, não perdeu a alegria, a criatividade e a musicalidade.
  A exposição é acompanhada por um livro, cujas imagens traduzem o encantamento da fotógrafa por Cuba, motivado, inicialmente, pela dança e pelos ritmos musicais da ilha. Esses foram os pontos de partida para a jornada da fotógrafa pelo país insular caribenho, que começou pela capital, Havana, com sua importância histórica, e seguiu para o interior cubano, onde Lisette testemunhou o cotidiano de pequenas cidades, locais históricos e visitou praias paradisíacas.
  “Mesmo que não seja uma visão integral da realidade do país – que às vezes é dura também, como em tantos outros países do mundo –, criei minha ficção possível a partir do que se mantém como mais encantador em Cuba: a cultura das pessoas, a solidariedade que cultivam, a aura poética dos casarios antigos, o ar de nostalgia, a natureza exuberante, a população tão afetuosa quanto a brasileira”, afirma Lisette sobre seu trabalho.
O livro Cuba tem 300 páginas, formato 27cm x 27cm e capa dura, e poderá ser adquirido ao longo da exposição. O texto de apresentação é assinado pelo escritor Ignácio de Loyola Brandão, que relembra um pouco da história da revolução socialista na ilha e seu envolvimento pessoal com o país.
  “À medida que passava e repassava estas imagens feitas por Lisette Guerra, trazendo o cotidiano de um país, usos e costumes, gente, rostos, risos, olhos, crianças, namorados, charutos, portas coloridas, fachadas, ruas, praças, quadros, músicos, percebi que tive várias Cubas em momentos diferentes e com personagens variados”, descreve Brandão. Loyola ainda se refere ao trabalho da autora como sendo “portraitista”, com fotos "cheias de afeto e ternura”. Segundo ele, se o criador não se apaixona pelos seus personagens, tudo perde a autenticidade. “Como Lisette se entrega, os cubanos se entregaram também. Eis os fragmentos de um país que tem tanto a ver com o Brasil na pele, no cheiro, na musicalidade, na sensualidade, nas cores”, enfatiza o escritor.
A exposição Cuba permanece em cartaz até 14 de setembro e pode ser visitada de terças a domingos, das 9h às 21h. A entrada é franca.
 
Sobre a autora
 
 
Formada em jornalismo e publicidade, Lisette Guerra, gaúcha, começou a fotografar profissionalmente nos anos de 1980. Ao longo de duas décadas, publicou suas imagens no jornal Zero Hora. Trabalhou com algumas das mais importantes modelos brasileiras, que confirmaram o gosto, o talento e a sensibilidade da fotógrafa-jornalista diante de seu tema favorito: gente. Fez diversas exposições individuais e suas fotos estiveram em exibição em New York, Buenos Aires, Roma e nas principais capitais brasileiras. No começo dos anos 2000, foi correspondente, na Itália, da revista Quem Acontece e, paralelamente às atividades no fotojornalismo e na publicidade, investiu em outra de suas paixões, os livros. É autora dos livros Retrato de Modelo (Jornal Zero Hora e L&PM Editores), Pai & Mãe: Visão Singular de um Tema Eterno; e coautora de Figurino – Uma Experiência na Televisão (Editora Paz e Terra).
 
 
 CUBA
LISETTE GUERRA
Abertura dia 07 de agosto, às 19h
segundo andar da Usina do Gasômetro
Visitação de 08 de agosto a 14 de setembro
de terças a domingos, das 10 às 20h

Contatos 

Nenhum comentário: