Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Cine Dica: Em DVD e Blu-Ray: Reencontrando a Felicidade

NICOLE KIDMAN RETORNA AOS TRILHOS

Sinopse: Becca (Nicole Kidman) e Howie Corbett (Aaron Eckhart) formavam uma família feliz, mas suas vidas viraram do avesso após a morte do filho, Danny (Phoenix List), num acidente de carro. Depois de largar a carreira de executiva para virar dona de casa, ela tenta redefinir sua vida se cercando dos familiares e pessoas bem intencionadas para ajudar a superar a dor da perda. Enquanto dá início a uma "estranha" amizade com o jovem Jason (Miles Teller), motorista do carro no fatídico acidente, seu marido mergulha no passado, buscando apoio em estranhos que poderiam oferecer algo que a esposa não consegue. Assim, perdidos em seu sofrimento, os Corbett fazem escolhas surpreendentes para seu futuro.
Desde que ganhou o Oscar pelo filme As Horas, Nicole Kidman sofreu com inúmeros filmes medíocres que foi atuando no decorrer dos anos, fortalecendo cada vez mais a maldição “pós Oscar”. Felizmente, a atriz voltou ao estrelato ao atuar neste filme decente e honesto, baseado numa peça da Broadway.O interessante nesta produção, dirigida por John Cameron Mitchell, esta na forma que é apresentado a trama. Vemos um casal em crise que vive participando num grupo ajuda, mas não temos no inicio uma exata idéia do porque eles estarem assim, e sim, ela vai se revelando gradualmente até todas as peças se encaixarem de uma forma simples e eficaz. Tanto Nicole Kidman como Aaron Eckhart estão ótimos em seus respectivos papeis como um casal a beira de uma crise e de um possível divorcio e sentimos uma bela química de ambos em cena. Eckhart alias se sobressai em vários momentos e não é a toa que muitos desejaram que ele voltasse na seqüência de Cavaleiro das Trevas. Destaco também o ótimo desempenho da veterana Dianne Wiest (Hannah e Suas Irmãs) como mãe da personagem principal.

Curiosidade: O diretor John Cameron Mitchell se sentiu atraído pelo projeto por questões pessoais. Aos 14 anos, ele perdeu um irmão de 10 por problemas no coração. O fato foi tão rápido e inesperado que, até hoje, ele e a família ainda estão sob efeito do acontecimento.


Me Sigam no Facebook e Twitter:

Nenhum comentário: