Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Cine Especial: O melhor de 2001 a 2010: O Fabuloso Destino de Amélie Poulain

FILME QUE FEZ ABRIR MAIS O CINEMA FRANCÊS AO MUNDO NESTE INICIO DE SÉCULO 21
sinopse: Após deixar a vida de subúrbio que levava com a família, a inocente Amélie (Audrey Tautou) muda-se para o bairro parisiense de Montmartre, onde começa a trabalhar como garçonete. Certo dia encontra uma caixa escondida no banheiro de sua casa e, pensando que pertencesse ao antigo morador, decide procurá-lo ¬ e é assim que encontra Dominique (Maurice Bénichou). Ao ver que ele chora de alegria ao reaver o seu objeto, a moça fica impressionada e adquire uma nova visão do mundo. Então, a partir de pequenos gestos, ela passa a ajudar as pessoas que a rodeiam, vendo nisto um novo sentido para sua existência. Contudo, ainda sente falta de um grande amor.
Ninguém deve esperar uma comédia rasgada. O maior sucesso do cinema francês de 2001 oferece humor dramático em narrativa que na forma algo modernosa e no uso de cores procura o tom da fabula com mensagem. Finalista no Oscar de melhor filme estrangeiro e em outras categorias ganhou o Cesar (Oscar Francês) de melhor filme e melhor direção.    Destaque à Fotografia do filme, que brilha em diversas cenas, que poderiam ser comuns e até inúteis, se não fosse à iluminação. Uma das cenas  que merecem ser lembradas é a dos casais tendo orgasmo e as da infância de Amélie, tal como a estação de trem e dependências do apartamento, magnificamente e instigante aos olhos.

Curiosidade: Na maioria da apresentação dos personagens, aparece o que eles mais gostam. Em um seleto grupo, também é demonstrado o que é desgostado.

Um comentário:

felipe leon schosler disse...

ainda não ví .. estou louco pra encontra esse ilme faz tempo
adoro cinema...otimo blog ja estou seguindo

siga o meu:
http://fleonandthecity.blogspot.com/