Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 16 de março de 2011

Cine Especial: As Inspirações de RANGO

Rango é um ótimo filme de animação, mas que não esconde sua fonte de inspiração que é os filmes de faroeste (principalmente dos filmes Italianos Faroeste Espaguete) e tambem umas pitadas ali e aqui de outros generos.
Abaixo solto os principais filmes em que os produtores se inspiraram na criação dessa grande animação.

Por um Punhado de Dólares
Sinopse: Joe (Clint Eastwood) é um pistoleiro barra pesada que chega a uma cidade que está em guerra. Quando percebem o potencial de Joe, ambas as partes se interessam por contratá-lo; é quando ele percebe que pode ganhar um dinheiro com a situação aceitando a proposta dos dois lados.
Refilmagem americana do clássico japonês O Guarda Costas. O filme inaugurou o gênero faroeste espaguete, feitos na Itália e que ajudou a dar novo sopro de vida ao gênero que estava começando a dar sinais de desgaste. De novo, o filme é mostrado de forma de humor negro e com muito mais violência, coisa que faltava nos filmes americanos. Destaque para Clint Eastwood, que fez de seu personagem "sem nome" algo antológico no gênero.


Por Uns Dólares a Mais
Sinopse: Este é o filme do meio da trilogia do "homem sem nome". Aqui, dois caçadores de recompensa estão atrás de um mesmo homem, Indio. Logo percebem que devem se unir para capturá-lo, mesmo sem saberem porque cada um está atrás do bandido.
Continuação bem superior se comparado ao original. Além da velha historia de roubo de banco, caçador de recompensa e mocinho contra vilão, o filme aumenta na dosagem de humor negro, violência e possui um vilão digno de nota, interpretado magistralmente por Gian Maria Volonté. Destaque também para Lee Van Cleef que por vezes, rouba a cena de Clint Eastwood durante o filme.


Três Homens em Conflito
Sinopse: Três homens - o "Bom", o "Mau" e o "Feio" - estão atrás de um tesouro escondido em um cemitério. Cada um deles conhece apenas uma parte da sua localização, o que faz com que eles tenham que se unir. O problema é que nenhum deles está disposto a dividir o que encontrarem.
Ultima e melhor parte da trilogia. Espetaculo divertido, ruidoso e movimentado, bonito e um final antológico. Destaque para o trabalho de Eli Wallach 
 
Era uma vez no Oeste
Sinopse: Jill (Claudia Cardinale) é uma ex-prostituta de New Orleans que largou a vida na cidade grande para casar com Brent McBain (Frank Wolff), um sonhador dono de uma propriedade no meio do nada, viúvo e pai de três lindas crianças. Quando Jill chega à fazenda “Água Doce”, encontra uma chacina realizada na sua nova família pela posse das terras da família, que em breve será caminho de uma importante ferrovia. Em seu caminho surge o mocinho "O Gaita" (Charles Bronson), exímio pistoleiro que tem contas a acertar com Frank (Henry Fonda). Há ainda o vilão com pinta de herói Cheyenne (Jason Robards), que apesar de assassino, age com os mocinhos para provar sua inocência no caso.
Talvez, o melhor filme de faroeste de todos os tempos. Ambicioso e longo, com o qual Leone realizou seu maior sonho de dirigir um mito do gênero (Henry Fonda assustador com o seu primeiro papel de vilão). Todo o elenco esta ótimo e a musica de Ennio Morricone se tornou clássica. Bernardo Bertolucci colaborou no roteiro.

 
No Tempo das Diligências
Sinopse: Nove pessoas são obrigadas a embarcar em uma perigosa diligência através do Arizona, cada um com seu motivo pessoal para realizar tal viagem. Lotado de clássicas cenas do western, desde combates com índios até duelos na cidade.
Um dos primeiros e grandes filmes do mestre do gênero John Ford, que alias foi o filme que criou a grande aliança com o até então desconhecido John Wayne e que juntos fariam vários filmes. Cenas inesquecíveis, como a perseguição dos índios há diligencia, cenas inesquecíveis da vasta Arizona e até duelos clássicos na cidade.

Apocalypse Now
Sinopse: O Capitão Willard (Martin Sheen) recebe uma missão: matar um insano desertor, o Coronel Kurtz (Marlon Brando), que preparou uma tropa para atacar os próprios americanos.Uma odisséia que mostra, de muitas vezes surrealista, a devastação e o horror da guerra, com um final bastante sombrio. Palma de Ouro no festival de Cannes e Oscar de fotografia e som.
Uma odisséia que mostra, de uma forma muitas vezes surrealista, a devastação do horror da guerra, com um final bastante sombrio. Palma de Ouro no festival de Cannes e Oscar de mlhor fotografia e som.

Nenhum comentário: