Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio e comunicador do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 26 de janeiro de 2022

Cine Dica: Em Cartaz: ‘Deserto Particular’

Sinopse: Daniel é um policial exemplar, mas acaba cometendo um erro que coloca em risco sua carreira e sua honra. Quando nada mais parece o prender a Curitiba, ele parte em busca de Sara, uma mulher com quem se relaciona virtualmente. 

Em tempos atuais em que o Brasil se encontra na corda bamba cada vez há mais pessoas que buscam um refúgio para que se sintam novamente humanos. Porém, alguns desses tais refúgios podem não ser exatamente o que os mesmos procuram, principalmente se for no caso do cenário da internet onde diversas pessoas procuram algo em que elas acreditam que seja verdadeiro. "Deserto Particular" (2021) fala sobre pessoas comuns que se encontram perdidas em suas vidas e que acabam adentrando em um deserto pessoal, porém, não exatamente real.

Dirigido por Aly Muritiba, o filme conta a história de Daniel, um policial exemplar, mas que acaba cometendo um erro que coloca em risco sua carreira e sua honra. Quando nada mais parece o prender a Curitiba, ele parte em busca de Sara, uma mulher com quem se relaciona virtualmente. Ele então mergulha em um intenso processo interno para aprender a lidar melhor com seus próprios afetos.

Com um prólogo de quase meia hora de duração, conhecemos Daniel de forma gradual para que possamos nos identificar com ele. Neste último caso Aly Muritiba soube nos conduzir muito bem para esse cenário, já que Daniel é gente como a gente, cheio de dúvidas, com problemas de saúde dentro da família e tendo o seu emprego colocado em risco devido a um ato falho. Visto no ótimo "Bacurau" (2019) Antônio Saboia obtém aqui um dos seus melhores trabalhos, onde o seu personagem transita entre a explosão e a razão e fazendo do seu personagem complexo e irresistível.

Porém, o melhor personagem acaba sendo Sara/ Robson, vivido pelo ator iniciante Pedro Fasanaro. Ao interpretar um personagem que vive duas vidas, Fasanaro cria diversas camadas de interpretação sobre as suas atitudes, onde ele deseja ser quem realmente é, mas tendo receio devido a realidade com que ele convive em seu dia a dia. Com Daniel ele encontra um refúgio, mas do qual pode desmoronar a partir do momento em que o primeiro acaba descobrindo a verdade sobre a sua verdadeira pessoa.

O filme é um retrato de um Brasil atual com medo, onde inúmeras pessoas não saem do armário devido represálias vindas, tanto de pessoas comuns, como também de religiosos e políticos que usam os seus status unicamente para tacar ódio contra aqueles que buscam unicamente serem eles mesmos. No meu entendimento, o filme se dirige para um caminho em que não existe uma solução fácil contra isso, mas sim continuar vivendo da maneira como realmente se sente melhor e seguir o rumo independente do que aconteça em um futuro que ainda se encontra indefinido. O certo é deixar os de mente fechada falarem sozinhos e seguirmos em frente para não enlouquecermos.

"Deserto Particular" fala sobre pessoas com medo de serem elas mesmas, ao se fechar em suas bolhas imaginárias quando na verdade deveriam abraçar as suas próprias naturezas. 


Joga no Google e me acha aqui:  
Me sigam no Facebook twitter, Linkedlin e Instagram.  

Nenhum comentário: