Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 1 de julho de 2020

Cine Dica: Durante a Quarentena Assista: 'My Happy Family'

Sinopse: My Happy Family conta a história de uma senhora de 52 anos, a Manana, professora, que mora na mesma casa que a família toda dela, pais, marido, filhos, e decide, repentinamente se mudar e morar sozinha. A decisão vai chocar sua família, até por ser uma família mais tradicional e patriarcal georgiana.

Mais uma ótima dica internacional para ser vista e revista pela Netflix. A obra escancara os dilemas que as mulheres passam em uma sociedade patriarcal com intensidade e com ótimos toques de humor. Embora se passe na Georgia, o longa dirigido por Nana Ekvtimishvili e Simon Groß possui uma trama universal ao colocar na mesa tabus reconhecíveis ao universo da mulher, colocando para fora a realidade de uma mulher depressiva perante uma realidade que ela decide virar a mesa e com um belo olhar crítico sobre a vida dela.
Com roteiro assinado pela própria Nana Ekvtimishvili, "My Happy Family" nos desvenda de forma gradual os atritos da sua curiosa protagonista. Ao contrário da sua enorme família, Manana se expressa através do seu olhar e dos seus gestos que falam como um todo. Além do incrível desempenho Ia Shugliashvili, principalmente por retratar a coragem de uma mulher disposta a romper os laços de um conservadorismo vindo de sua própria família, os realizadores propõe ao fazer um profundo estudo sobre aquela realidade. Em um retrato natural, Nana e Simon são eficazes ao traduzir o complexo dia a dia da protagonista, ao estabelecer a penosa relação entre ela e sua família, usando este quadro como ponto de ignição para que possamos entender os seus dilemas mais profundos. Embora opte por não explicitar os sentimentos da protagonista, o enredo é delicado ao expor a sua solidão, a sua falta de voz e a sua inércia dentro desta família que se encontra sempre em movimento. de forma dinâmica, os cineastas permitem que o cinéfio entenda as motivações por detrás de tamanha mudanças de atitudes, transformando o envolvente primeiro ato da trama na melhor parte do filme. Sem dar muitos detalhes, mas o embate da protagonista com os seus pais principalmente, nos rendem momentos de puro humor, pois há situações que a gente assiste e se identifica e fazendo desses momentos preciosos durante a sessão.
"My Happy Family" é um filme universal, que fala sobre família, tradições e até que ponto os laços de sangue podem moldar a vida de uma pessoa ao longo de sua história.  


Onde Assistir: Netflix 

Joga no Google e me acha aqui:  
Me sigam no Facebook,  twitter, Linkedlin e Instagram.  

Nenhum comentário: