Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 11 de maio de 2020

Cine Dica: Durante a Quarentena Assista: 'Mentiras Perigosas'


Sinopse:  jovem cuidadora de idosos que herda os bens de seu paciente. Mal sabe ela que essa riqueza inesperada também trará segredos sombrios, traições e perigos. 

A netflix tem um cardápio farto de boas séries policiais, das quais pode-se maratonar a vontade e logo partir para mais uma de qualidade. O mesmo não se pode dizer dos seus longas metragens sobre o mesmo tema, dos quais o roteiro se limita a somente nos passar uma sensação de Déjà vu ao nos lembrarmos de outros filmes, mas jamais nos brindando com alguma criatividade. "Mentiras Perigosas sofre mais ou menos desse mal, ao nos apresentar uma premissa policial interessante, mas caindo na vala comum ao usar ingredientes já usados e bastante desgastados dentro do gênero policial e suspense.
Dirigido por Michael Scott, o filme conta a história de Katie (Camila Mendes) e Adam, que são um jovem casal batalhando há anos para conquistar uma vida de sucesso para si. Quando Katie abandona seus sonhos de uma carreira médica para apoiar as ambições de seu marido, os dois enfim parecem se encontrar na hora certa e no lugar certo para sua vida funcionar. Porém, tudo se complica quando eles se encontram no meio de uma investigação criminal.
O filme começa interessante, principalmente quando determinados planos-sequências invadem a tela ao adentrar o primeiro cenário que irá provocar diversos desdobramentos durante a trama. Isso já é o suficiente para prender a nossa atenção, principalmente devido a um evento imprevisível dentro do local e que irá mudar os rumos da vida do casal central. O problema é quando novos desdobramentos nesta trama policial começam a surgir e fazendo o filme descarrilhar de vez.
Talvez o grande ponto negativo de "Mentiras Perigosas" é fazer com que a gente sempre se lembre de um outro filme quando começam a surgir situações que provoquem essas sensações. De referências ao clássico "Cova Rasa" (1994), ao até mesmo recente "Entre Facas e Segredos", o filme se sustenta até o seu final graças a essa salada de várias referências cinematográficas, mas não se sustentando em termos de originalidade e que passam muito longe da tela. Para piorar, o elenco secundário não ajuda em quase em nada, sendo que as atuações dos mesmos são tão previsíveis que já até ficamos sabendo de antemão as suas reais intenções com relação ao casal central.
Falando neles, é preciso reconhecer o esforço de Camila Mendes e Jessie T. Usher como o casal central da trama, sendo que ambos possuem química em cena, mas isso não é o suficiente para que o filme se torne realmente interessante. Cabe a Netflix repensar com relação aos seus próximos longas metragens, pois se é para fazer uma obra empurrando com a barriga, periga termos um cardápio bem dispensável nas próximas semanas.
Em outros tempos, "Mentiras Perigosas" seria um suspense que chamaria atenção do público em uma "sessão Supercine", mas correndo sério risco atualmente de ser esquecido graças a sua preguiça vinda dos seus próprios realizadores. 


Onde assistir: Netflix.

Joga no Google e me acha aqui:  
Me sigam no Facebook,  twitter, Linkedlin e Instagram.  

Nenhum comentário: