Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Cine Dica: Copa do Mundo de filmes na Sala P. F. Gastal


COPA DO MUNDO DE FILMES NA SALA P. F. GASTAL 



Ainda no clima de Copa do Mundo, a Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) apresenta entre os dias 1º e 13 de julho uma série de filmes contemporâneos realizados nos países que disputaram os jogos em Porto Alegre.
Entre os argentinos, serão exibidas duas obras-primas recentes em 35mm: O Guardião, de Rodrigo Moreno, vencedor do prestigiado prêmio Alfred Bauer no Festival de Berlim de 2006, e A Menina Santa, um dos grandes filmes da principal cineasta do país atualmente, Lucrecia Martel.
Os coreanos também aparecem com grandes filmes recentes, com exibição em 35mm. Nome incontornável do cenário contemporâneo, Hong Sang-soo está presente com o delicioso A Visitante Francesa, com Isabelle Huppert interpretando três personagens numa pequena cidade litorânea da Coréia do Sul. A mostra também exibe Pietá, uma das obras mais controversas de Kim Ki-duk, vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza de 2012.
O representante holandês é A Espiã, retorno do mestre Paul Verhoeven a sua terra natal depois dos anos de Hollywood, em um dos retratos mais contundentes sobre a resistência e a traição do próprio povo na Segunda Guerra Mundial através das inúmeras fugas de uma jovem judia. A exibição é em blu-ray.
Da Argélia, país que comemora o aniversário da independência no dia 5 de julho, serão exibidos, em parceria com o Consulado do país, A Casa Amarela, de Amor Hakkar, premiado no Festival de Locarno de 2007, e a comédia Mascarados, de Lyès Salem. Exibição em DVD. A Nigéria aparece com o marco Vivendo no Cativeiro, de Chris Obi Rapu, longa-metragem que marcou o início do boom da indústria cinematográfica nigeriana, a chamada Nollywood.
Para completar, a programação especial da Copa exibe o documentário hondurenho Quem Disse Medo?, de Katia Lara, obra marcante sobre o Golpe de Estado que o país sofreu em 2009.


GRADE DE PROGRAMAÇÃO
1 a 13 de julho de 2014


A Casa Amarela (La Maison Jeune), de Amor Hakkar (Argélia/França, 2007, 82 minutos)

Aya tem 12 anos. Ela está cavando num pedaço árido de terra. Uma viatura da polícia se aproxima. Um dos policiais entrega uma carta que lhe informa que seu irmão mais velho, também policial, morreu num acidente. Moloud, o pai, é um homem simples que nasceu na região de Aures, na Argélia. Ele sobe em seu triciclo, precipita-se e desafia todas as proibições para resgatar o corpo do filho. Fátima, a mãe, está em profunda tristeza. Será que esse pai, bastante afetuoso e com a ajuda da filha Aya, conseguirá fazer esposa e filhos sorrirem novamente? Exibição em DVD com legendas em inglês.

A Espiã (Zwartboek), de Paul Verhoeven (Holanda/2006/145 minutos)

Durante a 2ª Guerra Mundial, Rachel Stein (Carice van Houten) é uma linda cantora judia, que está escondida. Quando o local em que está é destruído por um bombardeio, ela e um grupo de judeus decidem atravessar Biesbosch para chegar ao sul da Holanda, que já está livre da ocupação nazista. Entretanto o barco deles é interceptado por uma patrulha alemã, que mata todos a bordo com exceção de Rachel. A partir de então ela se une à resistência, adotando o nome de Ellis de Vries. Notando o interesse de um oficial alemão, ela se aproxima dele e consegue um trabalho. Enquanto isso a resistência elabora um plano para libertar um grupo de prisioneiros, onde a participação de Ellis será fundamental. Exibição em blu-ray.
  
O Guardião (El Custodio), de Rodrigo Moreno (Argentina/2005/93 minutos)

Um guarda-costas é o responsável pela segurança de um ministro. Ele frequenta compromissos da alta sociedade mas sempre de maneira neutra, apenas para cumprir as funções de seu trabalho. Por outro lado sua vida pessoal é um verdadeiro caos, o que faz com que sua tolerância silenciosa tenha prazo para acabar. Exibição em 35mm

Mascarados (Mascarades), de Lyès Salem (Argélia/França, 2008, 90 minutos)

Jardineiro que sonha em melhorar a vida de sua família quer casar sua irmã com um cavalheiro, sem saber que ela tem outros planos. Exibição em DVD com legendas em inglês.

A Menina Santa (La Niña Santa), de Lucrecia Martel (Argentina/2003/106 minutos)

Amália (Maria Alche) e Josefina (Julieta Zylberberg) têm 16 anos e moram na cidade de La Ciénaga, na Argentina. Josefina pertence a uma família conservadora, enquanto a mãe de Amália, Helena (Mercedes Morán), é divorciada e dirige um hotel. Certo dia, após um ensaio de coral, as duas garotas se reúnem na igreja local para conversar sobre fé, vocação e segredos sentimentais. Pouco depois Amália conhece o doutor Jano (Carlos Belloso), que participa de uma conferência médica no hotel de sua família. O encontro leva a jovem a descobrir sua verdadeira vocação: salvar os homens do pecado. Exibição em 35mm

Pietá, de Kim Ki-duk (Coréia do Sul, 2012, 114 minutos)

Kang-do (Lee Jung-Jin) é um homem implacável e bastante cruel, que trabalha como cobrador para agiotas. Caso o devedor não tenha como pagar a quantia devida, ele quebra ou esmaga algum osso de seu corpo, já que desta forma o acidentado receberá um seguro de saúde que servirá para cobrir a dívida. A vida de Kang-do é bastante solitária, até que um dia surge em sua vida uma mulher que afirma ser sua verdadeira mãe. Kang-do não acredita na afirmação e passa a maltratá-la de todas as formas possíveis, recorrendo a humilhações e até mesmo abuso sexual. Exibição em 35mm

Quem Disse Medo? (Quién Dije Miedo?), de Katia Lara (Honduras, 2010, 90 minutos)
 
O documentário acompanha a resistência da população de Honduras que saiu às ruas para resistir ao golpe de Estado que derrubou o então presidente Manuel Zelaya, em 28 de junho de 2009, e a participação do ator amador René, personagem central do filme, nas mobilizações e enfrentamentos que se seguiram ao golpe. Exibição em blu-ray.

Vivendo no Cativeiro (Livin in Bondage), de Chris Obi Rapu (Nigéria/1992/163 minutos)

Homem fica preso em uma seita ocultista. Longa-metragem que marcou o início do atual boom da indústria cinematográfica nigeriana, chamada de Nollywood. Exibição em vídeo com legendas em inglês.

A Visitante Francesa (Da-Reun Na-Ra-e-Suh), de Hong Sang-soo (Coréia do Sul/2012/90 minutos)

Anne (Isabelle Huppert) é uma mulher francesa que está em uma pequena cidade na Coreia do Sul, onde visita um amigo que está prestes a ter um filho e trabalha como diretor. Lá, ao visitar uma praia, conhece um empolgado salva-vidas (Yu Jun-sang), que tenta conquistá-la. Pouco tempo depois outras duas mulheres francesas, ambas chamadas Anne, chegam ao local e lidam com os mesmos personagens. Exibição em 35mm


GRADE DE HORÁRIOS
1º a 13 de julho de 2014

1 de julho (terça)
17:00 – A Casa Amarela, de Amor Hakkar
19:00 – Quem Disse Medo?, de Katia Lara

2 de julho – (quarta)
17:00 - Mascarades, Lyès Salem
19:00 – Pietá, de Kim Ki-duk

03 de julho (quinta)
16:00 – Vivendo no Cativeiro, de Chris Obi Rapu
19:00 – A Casa Amarela, de Amor Hakkar

4 de julho (sexta)
17:00 – Mascarados, Lyès Salem
19:00 – A Visitante Francesa, de Hong Sang-soo

05 de julho (sábado)
15:00 – A Casa Amarela, de Amor Hakkar
17:00 – A Menina Santa, de Lucrecia Martel
19:00 – Sessão Aurora (Ato Final, de Jerzy Skolimowski)

06 de julho (domingo)
15:00 – Quem Disse Medo?, de Katia Lara
17:00 – O Guardião, de Rodrigo Moreno
19:00 – Vivendo no Cativeiro, de Chris Obi Rapu

8 de julho (terça)
17:00 – Mascarados, Lyès Salem
19:00 – A Espiã, de Paul Verhoeven

9 de julho (quarta)
17:00 – A Casa Amarela, de Amor Hakkar
19:00 – A Menina Santa, de Lucrecia Martel

10 de julho (quinta)
17:00Quem Disse Medo?, de Katia Lara
19:00O Guardião, de Rodrigo Moreno

11 de julho (sexta)
15:00 – Sessão MinC (Marli/ Bendito de São Benedito)


12 de julho (sábado)
15:00 – Mascarados, Lyès Salem
17:00 – Pietá, de Kim Ki-duk
19:00 – A Visitante Francesa, de Hong Sang-soo

13 de julho (domingo)
15:00 – A Casa Amarela, de Amor Hakkar
17:00 – Quem Disse Medo?, de Katia Lara
19:00 – Vivendo no Cativeiro, de Chris Obi Rapu
 
 Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Nenhum comentário: