Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 10 de junho de 2014

Cine Dica: Cinema australiano na Sala P. F. Gastal


 CLÁSSICOS E RARIDADES DO CINEMA AUSTRALIANO NA SALA P. F. GASTAL



Com a chegada da Copa do Mundo, a Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) apresenta uma programação especial com filmes realizados nos países que disputarão jogos em Porto Alegre. Entre os dias 13 e 23 de junho, o primeiro ciclo, Austrália Mon Amour, exibe clássicos, raridades e filmes cult do cinema australiano.

Entre os destaques, há pilares do cinema moderno do país como três obras da primeira fase de Peter WeirViolência por Acidente (1973), Picnic na Montanha Misteriosa (1975) e A Última Onda (1977); os assustadores Enigma na Estrada (1981), de Richard Franklin; O Corte da Navalha (1984), de Russell Mulcahy e Um Grito no Escuro (1988), de Fred Schepisi, que rendeu à atriz Meryl Streep o prêmio no Festival de Cannes daquele ano.   

No início dos anos 1970, os trabalhos de co-produção movimentaram a indústria local, revelando obras impacatantes de estrangeiros como A Longa Caminhada (1970), delírio estético do inglês Nicolas Roeg e A Forca Será Tua Recompensa (1970), faroeste de seu conterrâneo Tony Richardson, baseado na vida de Ned Kelly, célebre bandido do imaginário australiano do século dezenove, com Mick Jagger no papel principal. O polêmico cineasta iugoslavo Dusan Makavejev também aparece com Coca-Coca Kid (1986), produção rodada na Austrália durante seu exílio.

Grandes sucessos populares do cinema australiano também fazem parte do ciclo, como a trilogia Mad Max, de George Miller, Priscilla – A Rainha do Deserto (1994), de Stephan Elliott O Casamento de Muriel (1994), de P. J Hogan.
Na sexta-feira, 13 de junho, dentro do Projeto Raros, será exibido o terror psicológico Pelos Caminhos do Inferno (1971), de Ted Kotcheff, um dos marcos iniciais do chamado Ozploitation, ciclo de filmes de gênero de baixo-orçamento, realizados entre as décadas de 1970 e 1980. A sessão será comentada pelo especialista em cinema exploitation César Almeida.
O ciclo Austrália Mon Amour tem apoio da distribuidora MPLC e da locadora E O Vídeo Levou.     


GRADE DE PROGRAMAÇÃO
13 de 23 de junho de 2014
A Longa Caminhada (Walkabout), de Nicolas Roeg (Inglaterra/Austrália, 1970, 100 minutos)
Dois irmãos, um garoto e uma adolescente, são abandonados numa região remota da Austrália e se vêem obrigados a enfrentar todo o tipo de dificuldades. Suas vidas vão ganhar novo significado e um grande desafio quando eles encontram um jovem aborígine que está em ritual de iniciação da tribo de que faz parte. Exibição em DVD.


A Forca Será Tua Recompensa (Ned Nelly), de Tony Richardson (Inglaterra, 1970, 99 minutos)
O superastro do rock, Mick Jagger faz sua dinâmica estréia nas telas cinematográficas com esta explosiva história do diretor Tony Richardson, ganhador do Oscar® (melhor filme e diretor por As aventuras de Tom Jones, em 1963). Baseado em uma história real australiana do século XIX, sobre o "Bandido da armadura", Ned Kelly é uma aventura instigante e ágil que captura o espírito arrojado e rebelde da época. Exibição em DVD.

Pelos Caminhos do Inferno (Wake in Fright), de Ted Kotcheff (Austrália, 1971, 114 minutos)
Um professor cansado da vida que leva tira folga do trabalho e viaja para encontrar a mulher com quem teve um caso tempos atrás. Mas no caminho passa por uma cidade em que calor é insuportável, e onde todas as pessoas aparentam ser vítimas da perdição. O difícil vai ser esse homem sair desse lugar "possuído" pela jogatina e pela cerveja. Exibição em DVD.

Violência por Acidente (The Cars That Ate Paris), de Peter Weir (Austrália, 1973, 91 minutos)
Os moradores da pequena cidade rural de Paris, na Austrália, ganham a vida causando acidentes de automóvel para saquear os destroços. Exibição em DVD.
Picnic na Montanha Misteriosa (Picnic at Hanging Rock), de Peter Weir (Austrália, 1975, 115 minutos)
No anos de 1900, um grupo de alunas do Liceu vai fazer piquenique no dia de São Valentim. Duas delas nunca mais irão voltar... Baseado em fatos verídicos que ainda permanecem obscuros nos dias de hoje, Piquenique na Montanha Misteriosa está envolto em terror, misticismo e uma lânguida sensualidade adolescente. Exibição em DVD.
A Última Onda (The Last Wave), de Peter Weir (Austrália, 1977, 106 minutos)
David Burton (Richard Chamberlein) é um jovem advogado tributarista, com esposa, duas filhas e uma situação financeira confortável. Sua vida sofre uma estranha reviravolta quando lhe pedem para defender um grupo de Aborígines que foi acusado de assassinato. Exibição em DVD.

Mad Max (Mad Max), de George Miller (Austrália, 1978, 88 minutos)
Num futuro próximo, o combustível que alimenta os motores dos carros é também motivo para crimes cometidos por violentas gangues. Max é um jovem policial e, junto com seus companheiros, patrulha as estradas a fim de impedir a ação daqueles que insistem em perturbar a paz. A morte de um membro pelas mãos de Max dá início a uma série de crimes cruéis cometidos contra sua família e o melhor amigo. Assim, Max só tem uma escolha: vingança. Exibição em DVD.

Mad Max 2 – A Caçada Continua (Mad Max 2: The Road Warrior), de George Miller (Austrália, 1981, 95 minutos)
No futuro o bem mais precioso é a gasolina, em virtude de uma guerra que acabou com os campos petrolíferos do Oriente Médio. Tendo combustível pode-se fugir da morte ou se dirigir a algum lugar para matar alguém. Neste contexto, Max (Mel Gibson) resolve ajudar uma comunidade a defender sua refinaria contra uma gangue de motoqueiros. Exibição em DVD.

Enigma na Estrada (Roadgames), de Richard Franklin (Austrália, 1981, 96 minutos)
Enigma na Estrada é um thriller de suspense sobre os esforços de um motorista de caminhão para parar um assassino demente. Pat Quid foi contratado para entregar porco em Perth, Austrália. Depois de ouvir no rádio a respeito de uma farra mortal cujo culpado continua desconhecido, Pat começa a acreditar que o demônio é de fato o motorista da Van verde que cruzou seu caminho. Exibição em DVD.

O Corte da Navalha (Razorblade), de Russell Mulcahy. (Austrália, 1984, 95 minutos)
Um javali gigantesco começa a atacar os habitantes de uma cidadezinha no interior da Austrália. Uma jornalista americana com preocupações ecológicas, Sarah Cameron, chega ao local para fazer uma matéria sobre a matança de cangurus e torna outra vítima do descomunal animal. Carl Winters, sem notícias de sua mulher Sarah, também vai à Austrália para descobrir seu paradeiro. Exibição em DVD.

Mad Max 3 – Além da Cúpula do Trovão (Mad Max Beyond Thunderdome), de George Miller (Austrália, 1985, 107 minutos)
Após a destruição da civilização surge Bartertown, uma cidade no deserto com regras primitivas e mortais que tem uma governante (Tina Turner) que deseja consolidar seu poder a qualquer preço. Até que lá chega Max (Mel Gibson), que é forçado a participar de uma luta e, por ter se recusado a matar seu oponente, acaba sendo banido no deserto. Até que um grupo de jovens selvagens o salvam e passam a considerá-lo um messias que os levará até uma nova terra. Exibição em DVD.

Coca-Cola Kid (The Coca-Cola Kid), de Dusan Makavejev (Estados Unidos/Australia, 1985, 94 minutos)
O executivo Robert Becker (Eric Roberts de Star 80), funcionário da Coca-Cola em Atlanta, na Georgia, é encarregado de ir a Austrália descobrir porque uma pequena comunidade não consome o produto. Durante a missão, ele vai procurar o rei dos refrigerantes local e envolve-se com a secretária Terri (a belíssima Greta Scacchi, em sua segunda aparição no cinema). Exibição em DVD.

A Fortaleza (Fortress), de Arch Nicholson (Austrália, 1985, 85 minutos)
A professora australiana Sally Jones (Rachel Ward) e seus alunos estão em mais um dia comum na escola quando são sequestrados e coagidos a entrarem em uma van por homens mascarados - eles usam assustadoras máscaras de animais e Papai Noel. Exibição em DVD.

Um Grito no Escuro (Evil Angels), de Fred Schepisi (Austrália, 1988, 121 minutos)
Adaptação para o cinema de um caso que abalou a justiça australiana. Pastor adventista (Sam Neil) vai para um acampamento no interior da Austrália com a mulher e os três filhos, a menor recém-nascida. Na calada da noite, o bebê some, carregado por um cão selvagem, como eles afirmam. As buscas dão em nada e o comportamento estranho do casal de adventistas passa a ser alvo de desconfianças. Exibição em DVD.


Priscilla – A Rainha do Deserto (The Adventures of Priscilla, Queen of the Desert), de Stephan Elliott. (Inglaterra/Austrália, 1994, 104 minutos)
As drag queens Anthony (Hugo Weaving) e Adam (Guy Pearce) e a transexual Bernadette (Terence Stamp) são contratadas para realizar um show em Alice Springs, uma cidade remota localizada no deserto australiano. Eles partem de Sydney a bordo de Priscilla, um ônibus, tendo a companhia de Bob (Bill Hunter). Só que no caminho eles descobrem que quem os contratou foi a esposa de Anthony. Exibição em DVD.

O Casamento de Muriel (Muriel's Wedding), de P. J. Hogan (Australia, 1994, 101 minutos)
Menosprezada pelo pai e rejeitada por suas amigas, Muriel é uma jovem cujo sonho de realização e sucesso pode ser traduzido em uma única palavra: casamento. Em sua luta para ser aceita e escapar de sua triste rotina, ela tenta de tudo. Para aliviar os momentos de frustração, faz das músicas da banda Abba seu refúgio contra a solidão. Exibição em DVD.

  
GRADE DE HORÁRIOS
13 de 23 de junho de 2014

13 de junho (sexta)

15:00 – Coca-Cola Kid, de Dusan Makavejev
17:00 – O Casamento de Muriel, de P. J. Hogan
20:00 – Projeto Raros: Pelos Caminhos do Inferno, de Ted Kotcheff

14 de junho (sábado)

15:00 – Picnic na Montanha Misteriosa, de Peter Weir
18:00 – Sessão Plataforma Reprise

15 de junho (domingo)

15:00 – Mad Max, de George Miller
17:00 – Mad Max 2, de George Miller
19:00 – Mad Max 3, de George Miller

18 de junho (quarta)

15:00 – Um Grito no Escuro, de Fred Schepisi
17:00 – Enigma na Estrada, de Richard Franklin
19:00 – Priscilla – A Rainha do Deserto, de Stephan Elliott

19 de junho (quinta)

15:00 – O Corte da Navalha, de Russell Mulcahy
17:00 – Violência por Acidente, de Peter Weir

20 de junho (sexta)

15:00 – A Última Onda, de Peter Weir
17:00 – A Forca Será Tua Recompensa, de Tony Richardson

21 de junho (sábado)

15:00 – Picnic na Montanha Misteriosa, de Peter Weir
17:00 – A Longa Caminhada, de Nicolas Roeg

22 de junho (domingo)

15:00 – Um Grito no Escuro, de Fred Schepisi
17:00 – A Fortaleza, de Arch Nicholson


  Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Nenhum comentário: