Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Cine Curiosidades: Marilyn Monroe estaria com 83 anos de vida

Caso estivesse viva, Marilyn Monroe estaria completando 83 anos de vida, mas o seu destino foi outro. Em 1962 em meio a crises e abusos de calmantes a atriz foi encontrada morta em sua casa. Da morte nasceu o mito que se criou com sua imagem, a cena dela com vestido branco subindo para cima no filme O Pecado Mora ao Lado se tornou iconica.

Abaixo deixo os melhores filmes da atriz, seja como personagem secundaria, seja como protagonista.

A Malvada

Joseph L. Mankiewicz a viu em Mentira Salvadora e logo a convidou para aparecer num pequeno papel em O Segredo das Jóias (1950) e em A Malvada (foto), no qual interpreta uma aspirante a atriz que acompanha um amigo da personagem de Bette Davis numa festa. Curiosidade: a personagem de Marilyn explica que estudou interpretação numa escola de artes dramáticas chamada Copacabana, como o bairro carioca.


Torrentes de Paixão

(1953), Ela interpreta uma esposa que se envolve numa trama de assassinato quando ela e o marido visitam as Cataratas do Niagara.


Eles Preferem as Loiras

Nesta comédia de 1953, de Howard Hawks, Marilyn encarna o papel que a acompanhou na maioria de seus próximos trabalhos: o da loira sedutora que, com pinta de inocente e desentendida, consegue o que quer dos homens.


omo Agarrar um Milionário

Em 1953 ajudou a construir essa aura de sex symbol em torno da figura de Marilyn.


O Pecado mora ao lado

Mas foi como a vizinha sedutora de Tom Ewell em O Pecado Mora ao Lado (1955) que Marilyn fincou suas marcas em Hollywood. A cena que traz Marilyn e sua saia esvoaçante tornou-se célebre. Além disso, foi a primeira vez que ela trabalhou com o gênio Billy Wilder.



Quanto mais quente melhor

Em 1959, Billy Wilder voltou a dirigir a musa nesta, que é uma das melhores comédias de todos os tempos. A atuação de Marilyn ainda lhe rendeu um Globo de Ouro de Melhor Atriz.

Nenhum comentário: