Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Cine Dica: Louis XIV, Baby Jane e Tio Bernard em cartaz

TRÊS FILMES EM EXIBIÇÃO NA CINEMATECA CAPITÓLIO PETROBRAS
A partir de quinta-feira, 06 de abril, entra em cartaz A Morte de Luis XIV, último filme do espanhol Albert Serra, inédito em Porto Alegre, exibido com destaque no Festival de Cannes de 2016, com o mítico Jean-Pierre Léaud interpretando o Rei Sol.
A partir de terça-feira, 04 de abril, resgatamos o documentário político Tio Bernard – Uma Antilição de Economia, de Richard Brouillette, que apresenta o pensamento de Bernard Maris contra o discurso econômico que serve a propósitos opacos, difundido todos os dias nos jornais e na televisão. O economista morreu em janeiro de 2015 no atentado ao jornal de esquerda Charlie Hebdo, em Paris.
Já que a relação turbulenta entre Joan Crawford e Bette Davis voltou à cena com a elogiada série Feud, os novos fãs das duas divas às avessas e os velhos admiradores do grande cinema hollywoodiano poderão reencontrar a partir de terça-feira, 04 de abril, o clássico O que Aconteceu com Baby Jane?, de Robert Aldrich, um dos diretores mais importantes da virada moderna em Hollywood nos anos 1950 e 60.

FILMES

A Morte de Luis XIV
(La mort de Louis XIV)
115 min., 2016, França/Portugal/Espanha
Direção: Albert Serra
Distribuição: Zeta Filmes

Agosto 1715. Depois de uma caminhada, Luís XIV sente uma dor na perna. Nos próximos dias, o Rei continua a cumprir seus deveres e obrigações, mas seu sono é intranquilo, ele tem febre, mal se alimenta e está cada dia mais fraco. Albert Serra reconstrói os dias da lenta agonia do maior Rei da França, interpretado magistralmente por Jean-Pierre Léaud, rodeado em seu quarto por seus fiéis seguidores e pelos médicos, e que marcará o fim de um reinado de 72 anos do Rei Sol. Exibição em DCP.
Classificação indicativa: 12 anos

Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
(Oncle Bernard - L'anti-leçon d'économie)
80 min, 2015, França
Direção: Richard Brouillette
Distribuição: Vai e Vem

Um filme em torno do pensamento do economista francês Bernard Maris, também conhecido como Tio Bernard, morto em janeiro de 2015 nos atentados ao jornal hebdomadário Charlie Hebdo, em Paris. Além de editor do semanário, Bernard era economista, professor universitário e autor de diversos livros na área de economia. Mas, para além das qualificações que podem ser elencadas a partir de seu extenso currículo, o que este documentário do diretor canadense Richard Brouillette deixa transparecer é o quanto Maris era, acima de tudo, um humanista. Pensador não ortodoxo ele pregava, de maneira muito racional, a desconstrução do discurso econômico hegemônico (ou do ‘terrorismo da palavra’, segundo seus próprios termos), denunciando sua incongruência, e se posicionando ferrenhamente em favor de valores coletivos e de bem-estar social: “Se tem duas noções que o capitalismo desconhece”, afirma Maris, “é a noção de bem e mal: o que importa aí é ganhar dinheiro”. A partir daí o que ele faz é esmiuçar, tentar destruir a “aura intocável” do discurso econômico que serve a propósitos opacos e que é difundido todos os dias nos jornais e na televisão em som uníssono. Exibição em DCP. Classificação indicativa: livre.

O que Aconteceu com Baby Jane? (a partir de 4 de abril)
(What Ever Happened to Baby Jane?)
134 min., Estados Unidos, 1962
Direção: Robert Aldrich
Distribuidora: MPLC

Bette Davis é Jane Hudson, uma artista que alcançou a fama quando menina e ficou conhecida como "Baby Jane". Agora, envelhecida e distante do público há muitos anos, vive encerrada em uma mansão com sua irmã, Blanche Hudson (Joan Crawford). Um acidente que selou a sorte das duas terminou a carreira brilhante de Blanche e acelerou a decadência geral de Jane. Disposta a brilhar nos palcos novamente, Jane volta a Baby Jane, passando por cima de tudo e de todos para atingir seu objetivo. A trama surpreende e mostra que as aparências enganam: afinal, o que terá acontecido a Baby Jane? Exibição em HD. Classificação indicativa: 12 anos.

GRADE DE HORÁRIOS
04 a 09 de abril de 2017

04 de abril (terça-feira)
16h – O que Aconteceu com Baby Jane?
18h30 – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
20h – Cineclube Academia das Musas (O Touro, de Larissa Figueiredo)

05 de abril (quarta-feira)
16h – O que Aconteceu com Baby Jane?
18h30 – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
20h – Lançamento do documentário Saúde da Família: Cultura, Alteridade e Formação

06 de abril (quinta-feira)
16h – O que Aconteceu com Baby Jane?
18h30 – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
20h – A Morte de Luis XIV

07 de abril (sexta-feira)
16h – O que Aconteceu com Baby Jane?
18h30 – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
20h – A Morte de Luis XIV

08 de abril (sábado)
16h – O que Aconteceu com Baby Jane?
18h30 – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
20h – A Morte de Luis XIV

09 de abril (domingo)
16h – O que Aconteceu com Baby Jane?
18h30 – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
20h – A Morte de Luis XIV

Nenhum comentário: