Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Cine Especial: II Festival de Curtas A Hora do Cinema: Parte 6

Nos dias 19, 20 e 21 de novembro desse ano, ocorrerá o segundo festival de curtas metragens de A Hora do Cinema (Santander Cultural – Porto Alegre RS). Enquanto o festival não chega, por aqui estarei postando o que eu achei dos curtas metragens exibidos no ano passado. Confiram: 
 Nove e Meia
 Sinopse: Baseado no conto Nove Horas e Trinta Minutos do escritor Rubem Fonseca, Nove e Meia narra o sofrimento de um homem cuja família foi destruída por um acidente de trânsito. Em seu luto, o homem percebe que, no souvenir guardado do acidente, um pequeno relógio de pulso, está a chave para buscar o responsável pelo crime.


O filme, autorizado pelo autor e adaptado para as telas por Édnei Pedroso (roteirista e produtor de Os Batedores e roteirista de Armada), tem a direção de Filipe Ferreira (diretor de Os Batedores e Armada) e é uma produção da Arquivo Morto Produtora de Cinema Independente em parceria com a Lumiere Vídeo Comunicação (João Ninguém, Alice, 5-15, BBZ). O charme no curta está no fato de não haver diálogos, sendo que as imagens falam por si.
Outro ponto forte está também na forma que é apresentado a trama: a câmera se aproxima e no primeiro momento interpretamos a historia de uma forma, para logo depois ela se tornar algo completamente do que a gente imaginava. O final em si é desconcertante, mas que não foge muito de sua proposta.        

 

A Vida da Morte


Sinopse: Este curta conta de forma cômica o conturbado dia-a-dia da Morte, clássico personagem do imaginário popular, bem como de seus medos e traumas.

Os efeitos especiais utilizados no curta não são dos melhores, mas eles acabam combinando com o clima mais descontraído do curta e não estraga a sua qualidade. Este curta foi criado por alunos no 5º semestre de cinema da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e já venceram o festival Intercom 2012 Região Sul e participaram de outros. O final é sarcástico é só não é mais ousado por talvez os criadores temerem um processo de Roberto Carlos.
Quem já viu sabe o que eu estou dizendo.

Confira a programação do próximo festival de curtas A Hora do Cinema clicando aqui.
 
Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Nenhum comentário: