Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Cine Dica: Em Blu-Ray e DVD: UM FINAL DE SEMANA EM HYDE PARK


Sinopse: A história de amor entre Frankin D. Roosevelt (Bill Murray) e sua prima distante Margaret Stuckley (Laura Linney), centrada em um fim de semana de 1939, quando o rei George VI (Samuel West) e a rainha Elizabeth (Olivia Colman) do Reino Unido visitaram os Estados Unidos pela primeira vez na história, em missão oficial para pedir apoio contra as forças nazistas na iminente Segunda Guerra Mundial
  

Houve certo erro na tradução desse filme quando veio para cá: a trama não se passa no  parque de Londres, mas sim nos Estados Unidos, na casa de campo do então  presidente dos EUA, Franklin Delano Roosevelt (Bill Murray,ótimo como sempre), em um fim de semana de 1939 ( no momento que a Segunda Guerra Mundial começou a ter inicio) em que o presidente recebe uma visita ilustre do Rei George VI (o mesmo rei gago de “O Discurso do Rei”, aqui interpretado com eficiência por Samuel West) e da Rainha Elizabeth (Olivia Colman, numa interpretação aquém do esperado), buscando aliados para enfrentar o exército alemão. Ao mesmo tempo, Franklin Roosevelt, que, quando não está na capital americana comandando, mora com uma mãe meio desequilibrada, vive um romance (?) com sua prima, Margaret Stuckley (Laura Linney ótima como sempre). O diretor Roger Michell quis dar a mesma importância para ambas as tramas, mas o resultado ficou abaixo do esperado e muita coisa poderia ser mais explorada, se não fosse a sua curta duração. Na realidade o filme se envereda mais para uma comedia sobre os costumes norte americanos, que por vezes choca a realeza inglesa, e rende alguns bons momentos (a passagem sobre o cachorro quente é hilária). O problema é que o filme se envereda para um drama romântico que fica devendo por não saber explorar direito no momento certo. Baseado em cartas escritas por Margaret, e encontradas embaixo de seu colchão após sua morte, aos 100 anos, Um Final de Semana em Hyde Parkpoderia ir muito mais além do que foi apresentado, mas vale mais para assistir ao Bill Murray interpretando um presidente histórico, num desempenho muito melhor, mais leve e solto, do que aquele visto por Daniel Day-Lewis em Lincoln.


Me sigam no facebook ewitter. 

Nenhum comentário: