Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Cine Dicas: Em BLU-RAY: AKIRA

CLASSICO DA ANIMAÇÃO JAPONESA CHEGA EM ALTA DEFINIÇÃO MAS SEM EXTRAS.
sinopse: Após a Terceira Guerra Mundial, em 2019, a cidade japonesa de Tóquio, reconstruída, recebe um novo nome, Neo-Tóquio, e vira um palco de decadência, subversão e violência. Keneda é um adolescente das ruas, líder de uma gangue em constante combate com outras quadrilhas, e numa dessas lutas ele conhece uma estranha criança que explode a moto de Tetsuo, seu amigo, deixando-o ferido. Uma tropa do exército captura Tetsuo e o leva para um laboratório militar, no qual ele desenvolverá incríveis poderes paranormais.

Houve um tempo que Akira no Brasil só existia em VHS e por muito tempo os fãs esperavam por um DVD decente por aqui. Em 2007 a Focus lançou um latão contendo, duas versões do filme, mais inúmeros extras, camisa, poster e cards, contudo descuidou no fato com relação ao menu, onde por erro ou seja lá o que for, toda vez que agente colocava para iniciar o filme vinha antes aquelas mensagens contra a pirataria.
E se naquela época a distribuidora merecia um puxão de orelha o que dizer dessa versão do filme alta definição?? Não tem extras, simplesmente o filme em si e só. Acho que todo o filme que é especial como esse merece uma farta lista de extras do disco e vendendo o filme somente ele em si não vale. Pelo menos o preço ta acessível para um Blu-Ray, mesmo pelado, R$29,90. Resta agora torcer para que a distribuidora traga para cá uma versão com inúmeros extras decentemente.

Nenhum comentário: