Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Cine Dica: Em DVD e Blu-Ray: Stake Land - Anoitecer Violento

Sinopse: Uma terrível epidemia de vampiros avança e os humanos precisam correr para salvarem-se das feras. Cidades foram tomadas e os sobreviventes se reúnem em grupos na área rural, temendo o cair da noite. Quando uma família inteira é massacrada, o jovem Martin é acolhido por um caçador, que vive em busca dos mortos-vivos. Os dois seguem procurando por um lugar melhor para viver, enquanto vão deixando, pelo caminho, os corpos dos vampiros que cruzam com a dupla. Os dois encontram novos companheiros de jornada como uma freira, em plena crise de fé, e vão precisar encarar desafios inesperados, como o líder de uma seita que vê, na epidemia de vampiros, uma resposta dos céus.

Alguns culpam a saga Crepúsculo em desvirtuar completamente o que é um vampiro de verdade. É bem da verdade que isso não deixa de ter certo fundamento, pois como ficam os vampiros malvados que nos sempre curtíamos antigamente? Essa geração nova só ficara com vampiro bonzinho e romântico na cabeça e sem poder conhecer o lado mais forte e clássico dos vampiros de antigamente como os da Hammer? Felizmente, se por um lado esses vampiros que brilham no sol, desvirtua a mitolgia clássica dos vampiros, por outro, serve de uma bela descupa, para  renasce novas idéias, para a criação de novas historias onde se pode se explorar e deitar e rolar com a mitologia vampiresca. Com isso, surgiram 2019: O ano da Extinção, o Sueco Deixe ela Entrar (e sua boa refilmagem americana) a serie true blood e agora Anoitecer Violento, que passou no ultimo festival de Fantaspoa, onde recebeu bastante elogios dos cinéfilos, e que agora chega as locadoras.
Misturando elementos do já citado 2019, com Eu Sou A Lenda e filmes de zumbis como Extermino, filme acompanha a jornada do anti-herói e caçador de vampiros Mister (Nick Damici) e de seu pupilo Martin (Connor Paolo) em uma jornada pelas cidades americanas devastadas pelo apocalipse imposto pelos vampiros que surgiram devido a uma possível praga. É bem da verdade que já vimos filmes parecidos como esse, mas nunca até agora inventaram vampiros desse tipo, que parecem mais um cruzamento com zumbis de filmes como do já citado Extermínio e de Madrugada dos Mortos, e com isso, se tornam muito mais perigosos e horripilantes. A trama aproveita para também explorar o lado sombrio do ser humano perante o caos, sendo que muitos mantêm o bom senso, outros se entregam a loucura e a religiões malucas, e isso é muito bem retratado em um líder de uma seita, em que vê a epidemia de vampiros, como uma resposta vinda de Deus. Com isso, a dupla de protagonistas (mais alguns sobreviventes) lutam no dia a dia em meio ao caos, tentando achar um pouco de conforto e felicidade, em meio ao fim do mundo.
Um ótimo filme e uma prova que pode sim ser feitos filmes de vampiros, para um publico mais a fim de curtir assistindo vampiros sanguinários e mortíferos cromo de antigamente.




Me Sigam no Facebook e Twitter:





Nenhum comentário: