Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Cine Especial: Fracasso hoje? Sucesso amanhã

Eu já expliquei inumeras vezes para inumeras pessoas o que significa filme Cult e sinceramente ja estou cançado de explicar. Quer uma explicação bem explicadinha sobre o que é filme Cult? Então toma esse resumo saido do site Wikipédia:


"Filme cult ou filme de culto ou ainda cult movie, é um termo coloquial para filmes que agregam grupos de fãs devotos, mas que não alcançam uma fama e reconhecimento considerável. Eventualmente os fãs se identificam com o filme por um senso do ridículo, ao invés de um mérito artístico. As características em um filme cult podem incluir uma trilha sonora obscura, conceitos e ciências fictícios criados na história, ou personagens estranhos.
Geralmente são filmes de conteúdo original, e de roteiro também original, que tentam passar uma mensagem inovadora, muitas vezes de forma subliminar, de múltipla interpretação e de difícil compreensão pelo grande público (habituado a visões mais convencionais da realidade). Por assim ser, geralmente são enquadrados em filmes alternativos, filmes B e undergrounds.
Esses filmes não se preocupam em agradar ao grande público, não seguem fórmulas holiwoodianas de grande sucesso, não entram nos grandes circuitos, e geralmente não alcançam grandes bilheterias, e portando, na grande maioria das vezes, não interessam às grandes produtoras.
No entanto, agradam um pequeno público de gosto peculiar e mais refinado, que tenta extrair a mensagem que o autor quer passar, e a utiliza como fonte de conhecimento, e as vezes até como filosofia de vida. Pela relativa escassez desse material, esses filmes acabam por serem cultuados e amplamente debatidos por seus fieis “seguidores”.
Logicamente, todos esses critérios de definição são relativos, não sendo possível analisá-los de forma absoluta. Alguns filmes cult podem sim ser "mainstream" nos seus países de origem (são culturas diferentes, e o que é inovador e alternativo para uns pode ser comum e maciçamente atraente para outros), alguns filmes são bem divulgados e possuem elementos (como a violência) que atraem o gosto do grande público e se tornam grandes bilheteirias, e nem por isso deixam de ser cult."

Bem explicadinho não acham? Pois bem, se você pegar uma lista de filmes cult vera inumeros filmes conhecidos que não se deram muito bem na época da estréia mas logo tiveram reconhecimento merecido. Bom exemplo disso é meu filme favorito Blade Runner que foi ignorado pelo publico e massacrado pela critica em 1982 mas que graças ao vídeo cassete e as cinematecas, o filme imediatamente não só se tornou Cult como também esta sempre entre os 100 melhores filmes de todos os tempos, seja americana ou mundial.
Mas essa moda de filme cult ainda existe atualmente? Não só existe como também cada vez maior o numero de filmes cultuados que nascem a cada ano. Abaixo solto cinco filmes que ganharam esse titulo merecidamente:

Sucker Punch - Mundo Surreal
O publico e a critica norte americana simplesmente não entendeu nada ou não quis entender a proposta original vinda da cabeça do diretor Zack Snyder (300). Ao pegar uma simples historia de uma jovem que se fecha no seu mundo imaginário para achar um meio de tentar escapar de um asilo, o diretor aproveita para colocar inúmeros gêneros em um único filme como, vídeo game, luta, manga, HQ e idéias aproveitadas em outros filmes como Matrix, A Origem, Brazil: O filme.
O resultado é uma enorme salada que reúne o melhor do mundo pop atualmente, mas que infelizmente o publico em geral não entendeu, mas até esse momento os que compreenderam estão fazendo de todo o possível para defender esse filme que é sem sombra de duvida o mais novo Cult do momento.


Filme Scott Pilgrim Contra o Mundo
Esse filme já havia se tornado Cult antes mesmo de estrear, pois sua exibição no ultimo festival da Comi com havia feito um grande sucesso. Baseado numa elogiada HQ, o filme foi dirigido pelo Edgar Wright (dos geniais Chumbo Grosso e Todo Mundo Quase Morto) e o filme é mais do que uma adaptação de HQ, mas também o melhor que soube passar o significado de um jogo de vídeo game em filme, onde o protagonista passa por inúmeras fases (ou seja adversários) para então assim ter paz com a sua namorada, em meio a uma montagem de cenas espetaculares e engenhosas que passam uma espécie de HQ em movimento. Infelizmente na época o publico em geral não compareceu aos montes para assistir o filme (estreou justamente no fim de semana do filme Mercenários). Felizmente boa parte da critica via ali um filme no mínimo diferente das demais adaptações das HQ e compraram muito bem a idéia e gradualmente o filme vem conquistando novos fãs


Deixa Ela entrar
Tenho maior pena dessa nova geração que acompanha a saga Crepúsculo e acredita estar vendo o melhor em termos de filmes de vampiros. Infelizmente não temos uma fabrica como o estúdio Inglês hammer que foi ao longo de vários anos responsável por ótimos filmes de vampiros como a cine serie Drácula. Contudo, pelo menos esses vampiros brilhantes no sol serviram para que a mania vampiresca invadisse atualmente, não somente em Hollywood, mas também em outros países e foi justamente na Suécia que surgiu o filme Cult de vampiro do momento. A amizade de uma vampira (Lina Leandersson) com um jovem que sofre de bullyng (Kare Hedebrant) conquistou a simpatia da critica em inúmeros festivais que passou e em poucas salas que foi exibido (como no caso do Brasil). É claro que vendo o culto em volta do filme, Hollywood criou a sua copia (Deixe-a Entrar) mas que nada mais é do que um verdadeiro xerox que jamais superara a obra original.

 
Grindhouse (A Prova da Morte / Planeta Terror)
Amigos de longa data, Quentin Tarantino e Robert Rodrigues ficavam se ajudando um ao outro em seus projetos. Rodrigues por exemplo dirigiu Um Drink no Inferno e Tarantino fez o roteiro, mas foi em Grindhouse o trabalho mais ousado dos dois juntos. O filme seria um grande longa metragem de três horas onde prestava uma homenagem aos filmes baratos de categoria B que existia em abundancia nos cinemas marginais dos anos 70 onde publico assistia qualquer tipo de filme de baixo orçamento com poucos centavos no bolso para comprar o ingresso. Infelizmente o publico atual não entendeu a proposta e o filme acabou fracassando na estréia, com isso, o filme foi dividido em dois, ou seja, a parte de Tarantino (A Prova da Morte) e a parte de Rodriguez (Planeta Terror) foram distribuídas ao redor do mundo como filmes separados.
Mas como estamos falando de dois dos maiores cineastas que surgiram nos anos 90, não demorou muito para ambos os filmes ganharem seguidores rapidamente, principalmente A Prova da Morte que da de dez a zero para qualquer filme Velozes e Furiosos da vida. E o que dizer de Planeta Terror? Quem curtia Cine Band Trash do nosso saudoso Zé do Caixão sabe muito bem o que esperar de um filme de terror podre (no bom sentido). O legal é que Planeta Terror trazia junto um trailer falso de um filme intitulado Machete estrelado pelo amigo de longa data do diretor, Danny Trejo que atuou como vilão em praticamente todos os seus filmes. O trailer falso logo se tornou uma verdadeiro sucesso e com isso Rodriguez decidiu criar realmente o filme.



CONSTANTINE
Na época do lançamento, o filme foi muito massacrado pelos fãs de carteirinha do personagem da HQ adulta do selo vertigo, acusando o diretor Francis Lawrence (Eu sou a lenda) de ter criado uma visão diferente do personagem para as telas, ao começar pela nacionalidade, cor do cabelo e suas origens. Bom, no meu caso, na época, eu não conhecia direito as historias do personagem em papel e fui assistir o filme sem saber de nada e no final curti bastante. A meu ver Constantine do cinema foi feito para ser assistido para o publico em geral que nunca conhecia a HQ e aposto tudo que, após terem visto o filme, rapidamente foram conhecer o personagem dos gibis e mesmo sendo diferente também gostaram e tudo que precisavam fazer (como eu fiz) foi separar uma coisa de outra, quadrinho é quadrinho e cinema é cinema.
Na época da estréia o filme foi apenas um relativo sucesso nos EUA (perdendo em termos de bilheteria para filme Hitch - Conselheiro Amoroso, hoje um filme esquecido). Ao redor do mundo o filme se saiu diferente, ficando por muito tempo em primeiro lugar nas bilheterias em vários países (no Brasil ficou um mês em cartaz em primeiro lugar). Com arrecadação R$ 270 milhões de dólares mundialmente, sempre se especulou se Constantine voltaria ou não ao cinema. Seja como for, o filme ganhou admiradores e seguidores ao redor do globo, seja fã da HQ original ou não.

Um comentário:

ANTONIO NAHUD disse...

De todos esses, só assisti CONSTANTINE. Lembro que gostei muito, ao contrário de muita gente.

O Falcão Maltês