Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Cine Curiosidades: Sam Mendes

Com a chegada de Apenas Um Sonho nas locadoras, vamos rever o que Sam Mendes fez até aqui. São poucos os filmes mas o suficiente para provar que tem mão competente para o cargo de direção para vários filmes.

Beleza Americana



Com um roteiro original extraordinário (de Alan Ball) o primeiro longa metragem do inglês Mendes se impôs como um raro e profundo retrato das angústias da familia classe média e, em especial, de um homem que passou dos 40 anos. A contundente e irônica narrativa que abrange os percalços do adultério, o rigor paternal, as drogas e a sexualidade mal resolvida, ganhou 5 Oscar, nas categorias de melhor filme, direção, roteiro, fotografia e ator (Kevin Spacey, magnifico)


Estrada da Pedição

Garoto de familia religiosa, ao testemunhar uma matança descobre que seu pai é um assassino profissional.


Segundo filme de Mendes que confirma o seu impressionante talento. Ele fez desta historia de violência não apenas um filme tenso sobre fuga e crime organisado, mas um poético registro da força da proteção paterna. Nesse sentido uma das conversas entre Sullivan (Ton Hanks) e o velho Rooney (Paul Newman soberbo) é das mais significativas. Um filme perfeito com roteiro e encenação primorosa. Tem fotografia do veterano Corand Hall e musica de Thomas Newman belissimas e adequadas, além do otimo elenco em que o menino Hoechin (Sullivan Jr) como o provocador do conflito tem papel principal e se sai muito bem.


Soldado Anônimo

Swoff (Jake Gyllenhaal) é a terceira geração de sua família a servir ao exército. Ele passa pelo campo de treinamento antes de ser designado para lutar no Iraque, onde precisa carregar seu fuzil e cerca de 50 quilos de equipamento nas costas através de desertos escaldantes. Estando em local que não entende, lutando contra um inimigo que não consegue ver e sem entender direito o porquê de estar ali, Swoff e seus companheiros de batalhão sobrevivem à adversidade local usando o humor negro e o sarcasmo.


Filme anti guerra com vários toques de humor negro que Mendes faz com grandes ambições na manga.
Jake Gyllenhaal segura todo o filme nas contas ao retratar um jovem com um enorme desejo de entrar na guerra mas não esconde as frustações perante a espera angustiante e interminavel.

Um comentário:

Anônimo disse...

Querido amigo avassalador...
Nos filmes citados só não vi o de guerra... Sou super fã do Kevin space ... e agora, por tabelinha do talentoso Mendez...
Estrada ... tem um fio consistente e elegante, uma logica muito especial dentro da historia do assassino mafioso... Hanks só não está perfeito porque não existe perfeição...até mesmo o bonitão Jude está convincente...
Isso é reflexo de uma boa mão dirigindo!